25 de jul de 2011

Gatos Encantados – Altos e baixos, altos e baixos, altos e baixos...


Hoje, 24/07, fomos ao Parque.

Antes, passamos no Humaitá para buscar as duas gatinhas pretas (as que ficavam embaixo da pedra no Parque) para levá-las para sua casa nova.

Muito obrigada pelo Lar Temporário, Mariana!

Isso mesmo!!! Elas foram adotadas juntas!!!

E lá fomos nós. Guiadas pelo super GPS da Sônia, chegamos no Recreio dos Bandeirantes.

Um apartamento teladíssimo lindo, com um lindo e alegre casal e mais alguns lindos gatos.

As pretinhas foram super bem recebidas! Ganharam uma caminha fofa e macia, novinha em folha e chiquérrima. Tinha um enxoval esperando por elas!

Bebeias pretinhas (Shibiu e Shiboca) na casinha nova. Estão no banheiro para que os outros gatos as vejam e elas vejam os outros). O sofá é delas e é lindão! Depois receberemos fotos de família!!!!!!!!!!!!

Uma super-mega-hiper-ultra adoção!!!

Obrigada, Maria Fernanda e Flávio (os novos papais das mais lindas pretinhas do mundo!)

Ficamos muito felizes!

Essas pretinhas ganharam na megasena!

Depois, fomos conhecer um outro casal, no Recreio também, que querem adotar a tigradinha (que ainda está no Lar Temporário).

Outro casal fofo! Adoramos eles!

Uma casa linda e mais quatro gatos lindos!

Mas eles estão com uma gatinha renal crônica e chegamos a conclusão que não é um bom momento para eles adotarem um gatinho. Isso pode estressar a gatinha e ninguém quer que isso aconteça, né?

Vamos torcer muito para que a lindinha fique bem e tenha uma vida longa e feliz... Pois dá pra ver o quanto essa gatinha é amada por eles!

Pretinhas entregues (e super bem entregues), partimos para o Parque. Um pouco mais tarde do que de costume...

Fomos direto para o Reduto.

No caminho, vimos um gato preto e branco. Acho que é o que eu vi semana passada no Reduto. Ele saiu correndo na frente do carro por um longo pedaço da estrada e entrou pela Favelinha do Bebê, indo para o mato. Ele corria tão rápido, que não deu tempo de fotografar.

É um gato lindo e parece estar bem gordinho!

Chegando no Reduto, vieram ao nosso encontro o Gooordo, Filhota, Patynho, o Pretinho que só come ração seca e a Linda Irmã...

Linda Irmã faz jus ao nome!

E como faz!!!!!!!!!!!
Patynho esperando o banquete
Nem sombra da Mamãe da Filhota, Sophie e Pancinha.

Como todos já devem imaginar, eu e Sônia começamos a surtar... Chamamos os gatos e nada!

Comecei a fazer o banquete rapidinho pra podermos percorrer as imediações chamando pelos gatos ausentes.

Claro que Filhota ajudou a preparar o Banquete e servimos o petisco para os outros.

Novidade! Filhota ajudando a preparar o banquete

Nham... nham... nham

Preparamos o Banquete da Colônia Tigrada e fomos até lá.

Os tigrados foram chegando aos poucos... e não paravam de chegar!

Quatro Tigrados e a Sialatona

Mais um Tigrado chegando

Trairinha, Narizinho, Melancia 2 e mais quatro tigrados, além da Sialatona, que decidiu se mudar de mala e cuia pra lá.

Enquanto eles comiam, fui procurar Sophie.

Fui até o portão da casa de show, onde ela estava semana passada. O portão estava fechado e eu quase deitei no chão para chamá-la pode baixo do portão.

E chamei... Sophie!!! Sophie!!! Sophie!!! Sussú!!! Sussú!!! (é o apelido dela!)... e nada.

De repente, ouvi um “Nhé” (esse é o miado de Sophie) do meu lado. Olhei e vi Sophie, sentada ao meu lado e “ouvi” ela pensando: “O que essa doida está fazendo deitada no chão, me chamando lá dentro se eu estou aqui, do lado de fora?”

Peguei Sophie no colo, dei uns bons amassos nela, um monte de beijos e levei ela pra Sônia dar umas apertadas também.

Existe coisa mais linda que Sophie?

Sophie participou, como convidada, do Banquete da Colônia Tigrada.

Sete Tigrados, Sophie e Sialatona

Narizinho, que andava sumida, Sophie e Sialatona


A Sialatona deu um show de cabeçadas em pernas. Nós fizemos filminhos! E descobri que a Sialatona sabe desenhar o número OITO como poucos gatos!

Sialatona e o OITO na Angela

Sialatona e o OITO na Sônia

Com Sophie a tiracolo, voltamos ao Reduto... um pouco tristes... afinal, em quase quatro anos, seria a primeira vez que não íamos ver a Mamãe da Filhota. Não veríamos Pancinha...

Mas a vida nem sempre é malvada, né?

Eis que, do nada, surge a Mamãe da Filhota... atrasadíssima para o Banquete. Ainda bem que a mesa é farta! Tinha bastante petisco lá.

Mamãe da Filhota

Logo depois, Pancinha chegou toda faceira e atacou o Banquete também!

Pancinha está aí no meio dos pretinhos, assim como o Pretinho que só come ração seca, o Gooordo, Sophie e Mamãe da Filhota (a estranha no ninho)

Ficamos aliviadas e felizes!

E partimos para a Frente do Parque, com Banquete em punho!

Só o Júnior apareceu pra gente. O Segurança disse que o Branquinho e Cabeção estavam lá pouco antes de chegarmos.

Júnior, o solitário!

Servimos o Banquete pra todos de qualquer jeito...

No Clube da Luluzinha, foi uma grata surpresa! Vimos as quatro meninas!

Melancia, Sandy, Pio e Gordinha. Todas lá! Lindas e bem gordinhas. Aliás, gordinhas demais para os padrões da moda atual!

Melancia

Gente!!! Sandy está gordinha!!

Pio e Gordinha

Gordinha

Saímos do Parque e fomos para a Cidade Fantasma. Já era de tardinha e corremos para repor a ração do Cafofo, antes que escurecesse (não tem luz lá).

O consumo foi total! Comeram TUDO!

Enchemos os comedouros, trocamos a água, chamamos a Cor-de-Rosa (que não apareceu de novo) e nos preparamos para ir embora.

Na saída, vimos a Fera do Buraco em cima do muro! Ela está absurdamente linda! Gordinha, com a pelagem maravilhosa e, claro, sem a menor vontade de se aproximar da gente.

A Fera do Buraco!!!!!!!!!!!! Quantas saudades!!!

Tentei tirar fotos dela, mas ficaram péssimas! Pouca luz e muita distância. O ambiente perfeito para uma foto ruim!

E fomos embora... Sabendo que essa aflição está com os dias contados! Não demora e a Terra dos Gatos Encantados fica pronta e poderemos ter paz e tranqüilidade para os gatos e para nós (que merecemos, né?).

A parte triste, fica por conta da nossa pequenina Sialatinha. Ela não está bem como gostaríamos que estivesse.

Sialatinha não come mais sozinha. Sônia força alimentação, mas ela aceita bem e, por isso, achamos que ela ainda está lutando!

E enquanto a Sialatinha lutar, lutaremos junto com ela!

As nossas emoções sendo testadas a cada minuto. Momentos de felicidade, momentos de apreensão, momentos de euforia, momentos da mais profunda tristeza, momentos de incertezas... E estamos descobrindo que somos resistentes. Nossos corações estão fortes...

2 comentários:

Ana, Aprendiz de Anjo disse...

Na torcida pela Sialatinha. Bjs

Anônimo disse...

Eu tenho para mim que essas Luluzinhas estão obesas :O
Melhoras para a Sialatinha