27 de dez de 2015

Gatos Encantados – Histórias Encantadas – Volume 7

Nossa... faz tempo que não damos notícias no blog, né?


Mas quem nos acompanha pelo Facebook, vê fotos e tem notícias todas as semanas! 

É que dando notícias pelo Facebook, acabamos “esquecendo” de atualizar o blog.  São tantos afazeres no dia-a-dia, que o tempo passa rápido demais.  E quando nos damos conta, passou um monte de tempo.

Ontem, dia 26/12, fez UM ANO que os Gatos Encantados foram para a casa nova, em Sepetiba, no gatil construído exclusivamente para eles na Casa de Passagem Focinhos de Luz.
Por coincidência, foi, também, o dia da confraternização entre voluntários e funcionários da ONG.  Foi um almoço ao ar livre bem alegre e divertido!

Mas vamos falar de GATOS!

Os Encantados estão ótimos!  Todos com boa saúde e estamos vivendo um período de calmaria lá.

O Branquinho continua com o probleminha no nariz, ele tem um fungo no narizinho que faz a respiração dele ser ruidosa.  Ele sempre teve esse problema.  No Parque, ele tinha o nariz bem inchado.  Um dia, melhorou.  O nariz desinchou e ele passou um bom tempo sem problemas.  Há algum tempo, ele voltou a fungar e o narizinho inchou de novo.  Mas ele está sendo medicado e, segundo os veterinários, é um fungo que demora mesmo pra ser eliminado.  Porém, continua se alimentando super bem, continua super carinhoso, super babão e super querido!



Cabeção continua gostoso.  Nas últimas semanas, ele tem preferido ficar com os revoltadinhos.  Acho que os revoltadinhos descobriram o lugar mais fresquinho do gatil e o Cabeção decidiu se aproveitar da descoberta.  Quando chegamos, vem nos cumprimentar, ganhar carinhos, na hora do banquete sobe na mesa e ataca o pote e depois se aconchega na varanda da frente e fica lá...  curtindo a brisa fresca!


Trairinha não mudou muito!  Pede carinho e dá uns tabefes na gente.  Mas está mais tranquila.  Já até dá pra fazer um ou outro carinho sem apanhar dela.  Está muito bonitinha.

Parece mais feliz e está sempre por perto.


Benvindo está lindo demais da conta.  A pelagem dele está um espetáculo!  Continua miador, guloso e muito carinhoso.  Na hora do banquete, é o primeiro a chegar, subindo na mesa e atacando os petiscos antes dos outros.  É impossível preparar o banquete sem a ajuda do Benvindo, do Cabeção e da Filhota.


Falando em Filhota, está cada vez mais dengosinha.  Adora carinho na cabeça, pescoço e queixo.  Mas não pode passar a mão no corpo todo.  Ela faz um FSSSSSS bem grande.  Não entendo muito bem isso, pois ela já sabe que não faremos nada de mal com ela, né?  Mas, aproveito para fazer carinho onde ela permite.  Está bom assim!

Na hora do banquete, não tem um dia que ela não se apresente para “ajudar”...


A Mamãe da Filhota está uma gracinha.  Já consegui fazer carinho nela umas duas ou três vezes!  Claro que é quando ela está distraída ou dormindo.  E é claro que ela sai rapidinho!

Mas um dia ela vai deixar!!!  Ela e Pancinha continuam muito amigas.  Volta e meia, pegamos as duas dormindo pertinho uma da outra e estão sempre juntas.  Coisa mais fofa!



Quem está nos surpreendendo, é o Pretinho que só come ração seca!

Deu pra ficar miador, pede petiscos (ração seca, claro, e presunto!  Descobrimos que ele adora presunto!) e já até conseguimos passar a mão nele!  Fica por perto da gente...  Não está mais assustado e está gordinho!

Pancinha continua muito amiga da Mamãe da Filhota.  Está gordinha, mas não deixa a gente chegar muito perto.  Não se esconde, mas não quer saber de muita aproximação!


O Gooordo continua gordo e bonachão.  Comilão também!  Ele é muito bonzinho.  Mas como está muito gordo, não anda fazendo sua higiene completa.  Por isso, ganhou umas assaduras no fiofó.  E ele é tão bonzinho, que deixa passar pomadinha sem reclamar muito.  Ele realmente é um gato encantador!


Zúúúnior está lindo!  Ele é um gato de fases.  Desde os tempos do Parque, ele passava uns tempos gordinho e com a pelagem linda e outros tempos magrelo com a pelagem falhada.  Atualmente, ele está lindo!  Gordinho, com a pelagem linda, carinhoso, comilão...  Um gostoso!


Sandy é que tem um comportamento esquisito.  Fica sempre encolhidinha num canto, mas aceita carinho e até se derrete toda.  Mas não circula no gatil quando estamos lá.  Está gordinha e tem a pelagem tão macia, que dá vontade de fazer carinho o tempo todo.


O Leôncio, que passou uns dias na casa da Sônia para se tratar de um probleminha (e já ficou bom), é que não esqueceu ainda disso!  Ele deixava a gente fazer carinho.  Depois que voltou da casa da Sônia, não deixa mais.  Só quando está distraído.  Acho que ele não gostou de ter passado esses dias lá.  Ele gosta mesmo é da casinha dele!


TB continua dando tapinhas supersônicos.  Mas eu bem fiz carinho nele!  Depois levei uns tapas.  Mas consegui!!!!!  Ele está bem gordinho e fica sempre por perto da gente.  Poxa... fica quase ao alcance da mão é quer o que, né?  É irresistível fazer carinho nele!




A Sialatona está uma beleza!  A pelagem dela está um escândalo.  Estamos prestando atenção nos olhinhos dela, porque parece que está sempre lacrimejando um pouco.  Como ela não deixa a gente pegar ela, quando a gente consegue, lavamos os olhos dela com soro fisiológico.  Mas não é sempre que conseguimos.




A Coockie está no papo!  Já fazemos carinho nela a hora que gente bem entende.  Não que ela adore isso...  mas permite!  Está bem gordinha e fica sempre bem pertinho da gente.  Ela é muito boazinha! 


Ninotchka está um encanto!  Gordinha também, até deixa, de vez em quando, a gente fazer um carinho.  Ela também fica perto da gente.  Já não se esconde e não foge quando nos aproximamos.  Só quando queremos fazer carinho e ela não está a fim, sai de perto rapidinho!


Linda Irmã continua linda.  E continua mal humorada.  Basta a gente chegar perto para receber um FSSSSSS de “boas vindas”.  Mas se a gente vencer o medo e encostar a mão da cabecinha dela, consegue fazer um carinho.  Ela já não fica mais escondida.  Mas se “mudou” para a varanda dos Revoltadinhos.  Não sei se pela brisa fresca ou por não querer papo com a gente.


Printemps, ex-Fera do Buraco, não mudou nada!  Continua uma fera!  Ela fica na varanda de trás, sempre dentro de uma das cestinhas. A gente leva petisco pra ela em potinho individual e até pra colocar o potinho perto dela, temos que vencer o medo de tomar um tapão.  Porque o FSSSSSSSS é certo!  O engraçado é que basta a gente sair do gatil pra ir embora, ela sai da cestinha e desfila pelo gramado tranquilamente...  É questão de minutos!


A Tricolor Esmaecida não se esconde.  Mas também não quer conversa com a gente.  Fica por perto.  Mas quando o calor é grande, ela fica na varanda dos Revoltadinhos.  O comportamento dela não é muito diferente da Printemps.  Até quando a gente vai dar petisco, ela nos recebe com um FSSSSSS.  Vai entender essas tricolores...


Lafayette também não se esconde tanto. Fica na varanda dos Revoltadinhos, e faz carinha de assustado quando a gente chega perto.  Mas não se esconde.  Fazer carinho é algo que parece ser impossível.  Ele tem muito medo.  E a gente respeita!


Marvin continua se escondendo da gente.  Fica com o Rauuul atrás da casinha e só saem de lá quando não estamos.  A gente sabe por que tem câmeras lá e dá pra ver a movimentação deles.  Marvin e Rauuul ficaram muito amigos.  Em dias mais frios, eles dormem juntos nas caminhas de dentro do cafofo.  É engraçado, porque tem um monte de caminhas, mas tem dias que o Benvindo também dorme com eles.  E aí, ficam três gatos dentro de uma caminha!


A gente acha que o Rauuul e o Benvindo foram criados juntos.  Pois apareceram juntos no Parque e o Benvindo usava uma coleirinha vermelha.  Estavam sempre juntos.  O Benvindo era mais “dado” e logo fizemos amizade com ele.

Enfim, todos os Gatos Encantados estão bem.  Gordinhos, saudáveis e tranquilos.  Eles adoram a nova casa deles.  Parecem estar mais do que bem adaptados.  Nada falta para eles.  Ração superpremium, latinhas, banquetes, atenção e muito amor.  Estão protegidos e felizes.

Nós vamos lá todas as semanas.  Tem dias que colocamos um edredom no gramado e até cochilamos com eles.  Nos dias quentes, tomamos banho de mangueira.  Também somos muito felizes lá com eles!
Sempre levamos lanche pra gente e dividimos com eles.  É realmente um dia Encantado .
Saímos de lá com a energia renovada.  Decididamente, nós amamos demais esses gatos!

 Tudo derrubado

 Esses são os meninos que cuidam dos animais dos Focinhos de Luz e dos Encantados também!

 Patinhas na areia

27 de set de 2015

Gatos Encantados – Histórias Encantadas – Volume 6

Como vamos todas as semanas visitar os Gatos Encantados, fica difícil fazer tantos relatos.  Então, decidimos fazer assim...  de vez em quando mesmo.

Bem...  temos várias histórias pra contar.  Uma muito triste.

A nossa Cor-de-Rosa, nossa linda Gatinha Encantada, foi embora no dia 21/09.
Foi nos esperar do outro lado da vida.  O que espero, do fundo do coração, que seja assim.  Que nos encontraremos nossos entes queridos e nossos anjinhos de novo.  Pois só assim a vida valerá a pena, né?
A nossa linda Cor-de-Rosa foi valente e lutou um bocado.  A Sônia foi incansável e a Margareth, tia vet, também.  Mas nem sempre vencemos as batalhas, né?
Nossa gatinha deu seu último suspiro no colo da Sônia.  A última coisa que ela sentiu, foi o quanto era amada.
E a Cor-de-Rosa agora está livre da FeLV.  E nossos corações com menos um pedacinho.
“Vai, lindinha, descansa em paz e espere por nós, tá?”

Mas nem tudo são notícias tristes...

O Leôncio, que nos preocupou bastante, ficou bom!
Sônia cuidou dele em casa e ele já voltou para a casa dele.  Engordou de novo, está lindo e comilão.  Isso aquieta o coração da gente.  Vencemos uma batalha!
E o lindão está na Nova Casa dos Gatos Encantados... feliz e saudável!

O Benvindo está com uma bolinha no dorso.  Já fizemos uma citologia e não foi conclusiva.  Então, vamos operá-lo.  Só estamos aguardando o momento certo para fazer a cirurgia.  Em breve faremos isso.  Mas ele está ótimo. Do mesmo jeitinho que sempre foi!  Carinhoso, engraçado, gostoso...  Tudo de bom!

Benvindo segurando as costas para não rolar


Cabeção está imenso de gordo.  Estamos até achando que ele vai ganhar do Gooordo, que continua gordão.  Cabeção e Branquinho continuam sendo os gatos mais carentes e carinhosos de todos. 

Cabeção está um gostoso



Não vou falar de cada gato, porque temos outra historinha pra contar.
Mas podemos garantir (e vocês verão nas fotos), que estão todos muito bem e que tudo continua igual.  Os que se deixam acarinhar, continuam recebendo carinhos, os mau humorados continuam ranzinzas e os que não estão nem aí, continuam se lixando pra nós!
Porém, estão todos gordinhos e adoram “lagartear” na grama.  São felizes lá!

Filhota fazendo gracinha

Pancinha

Galera lagarteando: Pretinho, Lafayette e Sialatona

Sandy voltou a ser a assustadinha de sempre

Trairinha

Príncipe Branquinho 

 Acorda, Ninotchka! 

Será que um dia a Printemps vai se render?

Gooordo é um bonachão, mesmo!

Como é lindinha a Cookie

Às vezes acho que vamos fazer amizade com a Tricolor Esmaecida

TB é bem gordinho também

 Gente! A Linda Irmã se encastelou de novo!

 Mamãe da Filhota e Filhota da Mamãe, amor eterno

 Filhota no arranahdor

 Rauuul na casinha (novidade)

Marvin atrás da casinha (novidade, também)



Essa semana, a Eliz Lima, uma gateira que acompanha os Encantados há anos, mandou dois edredons lindo, que ela mesma fez!  E ainda vieram com duas fronhas extras!

Claro que quem fez o Test Drive foi o Branquinho...  E foi aprovadíssimo!
(obrigada, Eliz!!!)

Test drive dos colchonetes


Ontem, dia 26/10, quando estávamos indo para Sepetiba, vimos um gatinho atravessando uma rua super movimentada.  Os carros pararam para ele passar, cambaleante...  e quando passamos por ele, vimos que ele estava bastante machucado.




Não tinha como parar e fizemos a volta.

Paramos, então, onde ele estava e algumas pessoas já estavam em volta dele, que se refugiou embaixo de um carro.  Eu e Sônia fomos até lá e vimos um gatinho muito debilitado, com feridas pelo corpo, com características de esporotricose.



Tudo o que tínhamos no carro era um pedaço de pano.  Como pegar o gatinho?????

Uma menina que estava lá ofereceu a canga dela e Sônia pegou o gatinho, que não relutou.  Se deixou pegar, como se realmente soubesse que era sua última chance.

Consegui uma caixa de papelão na loja em frente, colocamos o gatinho dentro, entramos no carro e seguimos para a clínica veterinária que tem parceria com o Focinhos de Luz, no Recreio dos Bandeirantes, a Vet Angel.

No caminho, pensamos em um nome para ele...  Pensamos em ROCK, já que estamos em pleno Rock In Rio e ele estava bem no meio do caminho da Cidade do Rock.  E sábado, era “Dia de Rock, Bebê”...  Tudo a ver, né?

O mau cheiro que ele exalava, indicava que a situação dele não era boa.

Chegamos na clínica e logo foi diagnosticado que ele tinha bicheira em duas patinhas, em estado bem avançado, além da esporotricose.  Ainda estava muito desidratado e provavelmente faminto.  Nós tínhamos ração no carro, mas achamos melhor não dar, porque não sabíamos se tinha sido atropelado e, talvez, precisasse ser operado rapidamente.

Bem...  a situação dele é bem complicada.  A veterinária já nos comunicou que pelo tamanho do estrago em uma das patas, é possível que precise amputar a patinha da frente e temos que torcer muito para que a patinha de trás se recupere da bicheira. 

Autorizamos todos os procedimentos necessários, deixamos um monte de latinhas e ração e Rock ficou internado.

De tarde, soubemos que já estava medicado e tinha se alimentado.  Comeu bastante!

Sábado foi dia de Rock, bebê!


Quando já estava em casa, lembrei que ROCK é rocha (em inglês).  Rocha... pedra... Pedra???

Opa...  já encontramos a Petra e Pedrinho no meio da estrada.  E hoje, estão lindos, amados, protegidos, super bem adotados...  Quem sabe esse é o destino do ROCK também, não é?
Ficamos esperançosas.  Pois a escolha do nome foi uma coincidência e, creio, uma boa coincidência!

Enfim, lá vamos nós fazer uma rifa nova pra cobrir os custos (que já foram altos) com o tratamento do Rock.  Nosso “caixa” vai todo para a manutenção dos Gatos Encantados e não sobra quase nada.
Queremos dar todas as chances possíveis para o Rock se recuperar e podermos tentar uma adoção pra ele.  Ah... é um gato vaquinha muito fofo!

Além da rifa, queremos lembrar que temos o Bazar Encantado, que, com as vendas, nos ajuda a manter o projeto e a qualidade de vida dos Gatos Encantados.
Se precisar dar um presente para um amigo, ou amiga, dá uma olhadinha no nosso Bazar.  Quem sabe você não encontra o presente perfeito e ainda ajuda os Encantados?

Atualização triste em 28/09

Sábado foi dia de Rock, bebê.
Rock gatinho ganhou um nome e uma chance.O Rock in Rio acabou e levou com ele o gatinho.Rock passou o fim de semana sob tratamento intensivo.A pata dianteira muito infeccionada, esporotricose e bicheira até no palato.Hoje entrou em cirurgia para amputação da pata, não dava para esperar. Estava com cobertura de antibiótico.Teste FIV e FeLV positivo.Teve duas paradas cardíacas e a vet conseguiu reverter a primeira, mas a segunda, não.Obrigada, Nathaly, por tentar junto conosco.Obrigada a todos que se propuseram a ajudar.Obrigada a quem se propôs a adotar.
E, como diz a canção, "show must go on".

Mesmo triste, nesse momento fica a certeza que temos pessoas maravilhosas ao nosso lado o tempo todo e sempre que precisamos.


Nós e eles agradecemos!!!