15 de mar de 2008

Novidades até que boas!

Ontem, 14 de março, fomos ao parque para levar a ração que arrecadamos (34 kg, pois a Juliana havia deixado os 8 Kg direto lá).

Liguei de manhã e não haviam conseguido capturar gatinhos, já que o parque ainda está interditado e a confusão reina.

Como somos teimosas e insistentes, levamos conosco uma gatoeira (quem sabe não conseguiríamos pegar alguns gatinhos?).

Chegamos por volta de 14:00 e, assim que armamos a gatoeira um gatinho entrou. Nem acreditamos! Aí, resolvemos tentar pegar mais, é claro.

Ficamos horas tentando e até entraram 2, mas estes foram espertíssimos e conseguiram abrir a porta e fugir...
Continuamos insistindo: os gatos se aproximavam, olhavam, comiam a comidinha que espalhamos por perto para atraí-los e nada!

A Renata resolveu dar uma volta para tentar achar mais um ponto onde houvesse mais gatos...
Foi quando ouviu um "miew" fraquinho e foi procurar.
Achou dois filhotinhos dentro de um buraco redondo, semi cerrado por uma tampa de concreto, cheio de lixinho. Imediatamente, retiramos a tampa e pegamos os bebês. Olhamos em volta procurando pela mãe; várias fêmeas até se aproximaram, mas nenhuma tentou pegar os gatinhos.

Pensamos em colocá-los em uma caixinha quentinha para a mamãe gata cuidar; mas e o medo de a mãe não aparecer? Foi quando caiu um temporal daqueles e decidimos levá-los conosco e seja o que Deus quiser.


Saímos do parque perto das 19 h e fomos direto para Copacabana. Deixamos o gatinho capturado no vet para castração e saímos procurando coisinhas para os bebês. Tudo fechado, até que achamos uma pet "mais ou menos" aberta.

Compramos leitinho para filhotes e ganhamos uma seringa até que achássemos uma mamadeirinha (que foi comprada, finalmente, pela manhã, junto com 400 g de ração de bebês).

Cheguei em casa por volta de 22 h, minha irmã (Celina) me ajudou na acomodação dos bebês, já que tenho duas cadelinhas.

Bebês acomodados, alimentados e quentinhos! Finalmente, pude dormir um pouquinho...

Ah! Como os bebês foram achados em um buraco, que achamos parecido com uma caverna, receberam o apelido de Batman e Robin. O banheirinho onde estão acomodados se transformou na Cat Caverna.

Agora, com licença, vou dar leitinho para os babies...
Gatinho capturado com a gatoeira.











Gatinhos no buraco.












Cat Caverna.














Robin e Batman!

6 comentários:

claudia disse...

Ah que bonitinho.
Adorei a saga para salvar os gatinhos, acho que a mãe deve ter ido arrumar comida, mas na dúvida eu também acharia melhor resgatá-los.
Tudo de melhor para vocês.
beijinhos

Sônia Schmidt disse...

Oi, Claudia!
Obrigada pela visita!
Com certeza a mamãe estava por lá. Mas o buraco ia encher de água loguinho. Os bebês estavam fraquinhos, mesmo.
Hoje, já estão beeeeem mais espertinhos!

Gata Lili disse...

Parabéns pela iniciativa. Se todos fizessem sua parte, o mundo seria be mmelhor. Meu nome é Lili. Eu sou uma gata pé-duro com siamês e tenho meu próprio blog, onde narro em primeira pessoa minhas aventuras diárias. Adorei ter vindo aqui. Visita meu blog!

Gata Lili disse...

Ah, esqueci de dizer o endereço do meu blog: www.lili-gata.blogspot.com

Gata Lili disse...

Pois é, Sônia. Depois que minha mãe botou as telas de proteção em todas as janelas, eu não preciso mais ter medo. são muito seguras. Te adicionei no meu orkut. Miau.

Malena disse...

Oi Sonia aqui é a Bella...são lindos, lindos...tiveram mais sorte do que os que a minha colega achou...ela não sabia mexer direito e um acabou morrendo. Vieram ficar com a gente, mas no mesmo dia arrumaram casa, mas pelo menos foram limpinhos, etc. Estavam ainda sujinhos, como se a mãe não tivesse tido tempo de limpá-los.

A Mon vai pro meu sítio na sexta. A castração ficou jóia, valeu o dinheiro que gastei.
Abraços