19 de set de 2011

Gatos Encantados – Indo pra CASA!

O relato de hoje será sobre dois dias intensos, cansativos, estressantes... porém, MARAVILHOSOS!
Mas antes de falar sobre esses dias incríveis, vou falar de uma parte um pouco mais delicada... Finanças.

Creio que todos podem imaginar que, por mais que a gente tente controlar despesas com obra, é quase impossível não se gastar mais do que o orçamento inicial. Ainda faltam alguns detalhes para o gatil e nosso orçamento já estourou faz tempo...

E, como estamos, no momento, nos dedicando exclusivamente à transferência dos gatos, não estamos conseguindo fazer vendas dos Produtos Encantados... e nem de produzi-los o suficiente para cobrir as despesas do dia-a-dia (ração, petiscos...)

Ainda temos bolsas, pulseiras, chaveiros e outras coisinhas pra vender... Mas estamos sem tempo até pra mostrar aos amigos.

Então, mais uma vez, estamos pedindo ajuda... Quem puder ajudar comprando o “rescaldo” do nosso Bazar (até termos tempo de renovar o estoque), divulgando o Bazar Encantado ou mesmo fazendo depósitos avulsos... Enfim... todo o tipo de ajuda será mais que benvindo!

Estamos endividadas até a raiz dos cabelos!!!

Já quebramos nosso "porquinho"!!!!!!!
E agora, vamos aos FATOS!!!!!

Como contamos no relato anterior, eu e Sônia levamos DEZ Gatos Encantados para a casa nova na quarta-feira, dia 14 de setembro.
E estávamos esperando a Tatis, da Confraria dos Miados e Latidos e a Joana, de São José dos Campos chegarem de São Paulo e se juntarem a Claudete e Heloísa (a filha linda da Clau), do projeto Rodocats, que se ofereceram para ajudar na captura dos mais ariscos.

E o dia chegou!

Sábado, dia 17 de setembro, fomos para o Parque super cedo!

Marcamos encontro no portão do Parque às 08 horas da manhã. Todos reunidos, entramos no Parque em comboio.
Fomos para a Frente do Parque e deixamos uma armadilha montada lá para pegar Pio, Melancia ou Sandy e fomos para o Reduto.

É muito estranho chegar no Reduto e não ver a correria dos gatos ao nosso encontro! Fica tudo tão deserto... Tão “sem sentido”...

Mas logo depois o Pretinho que só come ração seca e a Linda Irmã apareceram.
Muito desconfiados, por causa dos carros extras e as pessoas “extras” também... ficaram de longe.

Por incrível que pareça, o Pretinho que só come ração seca entrou na armadilha! E nós achávamos que a captura dele seria quase uma Missão Impossível!

Deixamos uma armadilha montada lá, para a Linda Irmã e fomos para a Colônia Tigrada!

Apareceram cinco gatos... Claro que a Trairinha apareceu logo. E logo foi capturada.

Logo depois, apareceram a Benvinda e o outro gatinho Preto e Branco. Ficaram de longe. Benvinda não quis muita conversa com ninguém. Chegou perto de mim por alguns minutos, resolvemos, então, pegá-la.

Heloísa se armou de coragem e, enquanto eu distraia Benvinda com carinhos e petiscos, Heloísa pegou ela!

Nessa hora, Benvinda não se fez de rogada... Conseguiu dar uma volta no corpo e deu uma imensa DENTADA na mão de Heloísa e se libertou.

Mordida dolorida, não é, Heloisa?
Aí, se escondeu e ficou observando tudo bem “protegida” pelo piso da pista de carrinhos!
Mas os outros gatos não chegavam nem perto, apesar dos petiscos.

Um Encantado se aproximando
Até que nos demos conta que estávamos usando potes diferentes dos que usávamos nos outros dias. E, então, trocamos os potes!
Com a armadilha e o gaiolão montados, conseguimos capturar mais UM Tigrado! Esse, não temos nem como identificar... rsrs São tão parecidos...

Descobrimos que gatos têm memória visual... rs

Mas já eram TRÊS GATOS “embrulhados para presente”...

Nesse meio tempo, Sônia, Tatis e Joana foram para a Frente do Parque tentar capturar alguma das meninas. E eu fiquei com a Claudete e a Heloísa na Colônia Tigrada.

E nenhum gato entrava na armadilha ou no Gaiolão (que usávamos no início do projeto). Então, resolvi ir até a Frente do Parque pegar mais sachês com a Sônia.

No meio do caminho, vi Narizinho... segui a gatinha e vi que ela foi para o ponto de alimentação.

Fui até a Frente do Parque e peguei os sachês.
Na volta, conseguimos pegar a Narizinho. E acho que ao mesmo tempo, na Frente do Parque, Melancia era capturada pelo outro grupo!

E conseguimos capturar mais UM GATO Tigrado!

Caramba... SEIS GATOS capturados! E dos mais ariscos...


Seis gatos capturados e a turma reunida! Joana, Tatis, Angela, Claudete e Heloisa
Melancia
Tigrado da colônia Tigrada
Tigrado da colônia Tigrada
Narizinho

Pretinho que só com ração seca - adivinhem a isca usada? Ração seca superpremium!!!!!!!!!!!!!!!

Trairinha


Sônia, Tatis e Joana voltaram pra perto de nós e lanchamos!

Uma dica pra quem sai pra capturar: Congelem garrafas com água para levar em uma bolsa térmica! A gente fica com água gelada o dia inteiro! Para comer, levamos pão de forma e queijo Polenguinho (não precisa ficar refrigerado!).

Estômago forrado, voltamos nossas atenções para os outros tigrados que estavam por ali.

Ainda tinham dois Tigrados por ali... Fizemos de TUDO para que eles entrassem na armadilha ou no gaiolão.
Usamos vários petiscos. E eles não entraram!

Como já estávamos com seis gatos presos, achamos melhor partirmos para Araruama. Afinal, é uma viagem longa e não podemos deixar os gatos tão estressados, né? É muita mudança pra eles e temos que ficar atentas a isso.

Começamos a juntar nossos apetrechos de capturas. Saímos recolhendo as armadilhas pra ir embora.

Fomos com o coração partido por deixar Linda Irmã tão sozinha no Reduto.

Ainda tínhamos que recolher uma armadilha no caminho e dar uma passada na Cidade Fantasma pra colocar um pouco de comida.

No caminho, chamei pela Cor-de-Rosa (podia dar certo de novo...).

Chegamos na Cidade Fantasma, em comboio ainda, e eu fui até a cerca que divide o Parque da faculdade e chamei... “Cor-de-Rosaaaa!! Cor-de-Rosaaaa!!”
E ouvi o miadinho dela... e a vi correndo em minha direção!
Voltei, ainda chamando por ela, em direção ao Cafofo, falando o nome dela bem alto, pra Sônia perceber e montar a armadilha!

Cor-de-Rosa prestes a ser capturada
Acho que eu e Sônia já nos comunicamos por “telepatia”, no que diz respeito aos Gatos Encantados. Ela entendeu muito rápido o que estava acontecendo e preparou tudo muito rápido!

A gula da Cor-de-Rosa foi tanta, que ela entrou na armadilha sem olhar para os lados!

SETE GATOS capturados prontos pra ir casa!!!!!

Demos o dia por encerrado! Ainda precisávamos percorrer uns 150 quilômetros até podermos soltá-los!

Na saída, nos despedimos da Claudete e da Heloísa e começamos a nossa viagem em dois carros: Sônia e Tatis, no carro da Sônia, e eu e Joana, no carro da Joana!

Já estava anoitecendo quando chegamos em Araruama.

Foi um pouco traumática a libertação dos gatos... Eles estavam muito estressados! Mais do que imaginávamos!

Subiram pelas grades, pelas portas (que já estavam com vidro!), fizeram muitos FSSSS entre eles e para nós... Mas, como se pudessem compreender o que estava acontecendo na vidinha deles, em pouco tempo sossegaram.

Os outros gatos, que já estavam lá, apesar de alguns estarem ainda tensos, estão se ambientando e aprendendo a conviver com um pouco de tranqüilidade.

Noêmia, como sempre tão querida e gentil, tinha preparado um super lanche pra gente! Com direito a Brownie com sorvete de sobremesa!

Não pudemos ficar muito tempo lá. Tínhamos que viajar para o Rio e ir para o Parque no domingo bem cedinho de novo!

E deixamos Noêmia com a “batata quente” na mão... Torcendo muito para que os gatos passassem uma noite tranqüila e não a deixassem muito preocupada.

Bem... nossa torcida deu certo. Os gatos se comportaram bem, apesar de muito assustados!
Chegamos em casa por volta da meia-noite... rs

Domingo, dia 18 de setembro, levantamos bem cedinho e partimos para o Parque.

Fomos direto para a Frente do Parque e montamos uma armadilha lá e outra perto de onde fica a Fera do Buraco e depois fomos para o Reduto.

Sandy até atendeu ao nosso chamado, mas não entrou na armadilha
Deixando a armadilha montada na frente do parque
Dessa vez, tentamos manter a rotina do Banquete, pra ver se a Linda Irmã ficava menos arredia. E ela até ficou mais tranqüila... Mas não se aproximou muito.

Deixamos duas armadilhas montadas lá pra ela “escolher” em qual entrar e fomos para a Colônia Tigrada.

Montamos o gaiolão e esperamos... esperamos... esperamos... até que conseguimos capturar UM GATO Tigrado!

Mal acreditamos quando o outro Tigrado não saiu correndo com a movimentação!

E conseguimos capturar OUTRO GATO Tigrado!

Oba... DOIS GATOS capturados!!!

No Reduto, a gente só conseguia capturar POMBOS... Foi um pombo no sábado e outros dois no domingo! rsrs

Soltando o pombo da armadilha
Linda Irmã, ficou de longe, deitadinha e observando tudo.


Linda Irmã só observando
Voltamos nossas “baterias” para a Benvinda.

Depois de muita paciência nossa, e a fome dela apertando, Benvinda cedeu à tentação do petisco e entrou em uma das armadilhas que montamos lá!

Oba, Oba!!! TRÊS GATOS prontinhos pra ir embora!!!

Se bem que Benvinda iria para Lar Temporário para pesquisar se já era castrada, Caso não fosse, seria castrada antes de ir para a Terra dos Gatos Encantados.


"Benvinda" sendo transferida da armadilha
Ainda tínhamos que transferir Benvinda para a caixa de transporte (ela estava na caixa de transferência da armadilha) e Tatis e Sônia se trancaram no carro. Tatis aproveitou pra ver se ela já era castrada, procurando alguma cicatriz na barriguinha... e, pra nossa surpresa, Benvinda é MENINO!!!! E já é castrado!

Portanto, os três gatos poderiam seguir viagem para a casa nova!

Recolhemos nossas armadilhas (duas que a Tatis trouxe e a nossa) e demos uma paradinha para lanchar (o mesmo lanche de sábado – criatividade zero).


Pausa para o lanche - Tatis, Angela e Joana
Nos despedimos da Tatis e da Joana. Elas seguiram viagem e nós também!
Já estávamos quase chegando na entrada do Alto da Boa Vista, quando lembramos que não tínhamos colocado ração no cafofo da Cidade Fantasma!

Como só vamos lá de novo na quinta-feira, voltamos... Isso atrasou em quase uma hora a nossa viagem!

Lá fomos nós para Araruama... Soltamos os gatos na Terra dos Gatos Encantados e eles tiveram a mesma reação dos outros... Correram assustados, tentando escapar de lá. Mas também durou pouco!
Logo eles se acalmaram um pouco.

Agora já são VINTE GATOS ENCANTADOS na casa nova!

Mamãe da Filhote e Pançola - amigas para sempre!


Gooordo, Cor-de-Rosa e ... Sophie?


Tigrados, Pretinho que só come ração seca e Melancia na varandinha do cafofo da frente




Sialatona tomando banho - relax total!
Mais uma vez, Noêmia se preocupou em fazer uma comidinha (Nonô, vamos ficar mal acostumadas! Estava uma delícia! ) pra gente. Jantamos e colocamos o pé na estrada!

Sônia, gentilmente, me trouxe até em casa e depois foi embora...

Já era mais de meia-noite quando eu entrei em casa!
Estamos exaustas, mas felizes. E preocupadas com a adaptação dos gatos lá. Mas Noêmia disse que eles estão relativamente calmos!

Alguns já estão tão bem ambientados que seguem a Noêmia por todos os cantos, chamam pra pedir carinho pela grade e todos estão se alimentando (e fazendo bastante cocô fora do banheirinho!!! rs).

Bem... Precisamos dizer pra Tatis, Joana, Claudete e Heloisa que somos eternamente gratas pela ajuda, carinho e amizade de vocês.

Sônia, Noêmia e eu jamais esqueceremos todo esse carinho de vocês, viu?

Foi fundamental a ajuda de vocês nas capturas. A presença de vocês nos trouxe confiança (de que estamos fazendo a coisa certa), coragem para continuar com o projeto, uma leveza necessária nesse período tão complicado para nós e um imenso prazer com a companhia de vocês!

Sabemos que foi super cansativo, mas também sabemos que foi tão gratificante pra vocês quanto foi para nós!

Muito obrigada a todos que estão nos ajudando e esperamos continuar contando com a torcida, ajuda e carinho de todos.

Esse passo que demos foi muito maior do que poderíamos dar. Mas não poderíamos deixar os Gatos Encantados sem um destino certo.
Mas continuamos precisando de muita ajuda...

7 comentários:

Rodocats disse...

Queridas Sonia e Angela, eu e minha filha Heloisa é que agradecemos a vcs por serem pessoas tão especiais, destas que a gente quer na nossa vida para sempre...pessoas cheias de amor, carinho, zelo e dedicação, e não é só por animais, gente sadia que sabe o valor que as pessoas tb tem, eu as vejo assim e já pude comprovar isso quando precisei...vcs contam com nosso amor e carinho de forma incondicional, confiamos neste trabalho, apoiamos porque é honesto, é limpo, é bem direcionado TUDO que chega a essas mãos abençoadas...
Obrigada por nos incluírem na lista de pessoas que ajudaram, pois para nós fizemos tão pouco...mas o que fizemos foi de coração, e só um coração como o de vcs pode reconhecer isso...Obrigada por nos deixar ser parte desta vitória e chamá-la GENEROSAMENTE de nossa tb...Obrigada por compartilhar as emoções que esse projeto vem proporcionando nesses 4 anos de luta, chorei de tanta emoção vendo o vídeo e ouvindo aquela música linda que só podia estar reservada para esse momento, a delicadeza de tudo que vcs fazem, ahhhh eu ficaria aqui escrevendo o dia todo, pois temos muito para agradecer por estes bichanos, na Bíblia está escrito "Que o homem de bem zela pela vida dos seus animais", esses gatos que eram de ninguém nesses 4 anos foram adotados por vcs, que amaram, cuidaram, DERAM UM LAR PARA ELES e zelarão por eles para sempre!!! Não esquecendo NUNCA da terna e querida Nonô, pois o gesto dela veio coroar o happy end desta história de amor...
Parabéns, tenho orgulho de conhecer de perto este trabalho e vcs 2 nossas eternas, Meninas Encantadas...
Ao olharem para o céu pensem num mega sorriso estampado nele...é o sorriso do Criador!!!
Bjus e contem conosco SEMPRE!!!

vivianematospf@gmail.com disse...

Já vi muita coisa na proteção animal, mas jamais vi de perto a construção de um projeto tão lindo e inspirador. Ver o projeto de vocês sendo tocado com tanta dedicação enquanto os gatos estavam no parque, com a dúvida da segurança deles, a ansiedade de vê-los bem todos os dias....e depois ver a obra do novo lar sendo construída tijolo a tijolo...com todo o esforço de vocês, carregado de tanta esperança de vê-los finalmente em segurança, nunca mais estando expostos a maldade nenhuma, a risco nenhum...isso faz um bem pro nosso coração que vocês não têm noção. Primeiro por que é bom demais ver esses bichos em segurança, segundo por que sabemos o quanto são amados por vocês e aí me coloco no lugar de vocês quando penso nos meus protegidos...quando penso em como queria construir uma casinha na cobertura da minha irmã pra abrigar uma gatinha arisca que peguei na rua e não tenh oonde colocar...é um orgulho tão grande que a gente sente...que vocês têm que ser parabenizadas sempre! A casinha deles é, além de segura, linda, limpinha, muito bem construída...e a gente sabe que isso tudo é fruto do amor de vocês por eles, pelo projeto. Obrigada pela causa e pelo lindo esforço de vocês. Sei que serão recompensadas por isso, apesar de saber que amelhor recompensa é vê-los bem. Bjs, Vivi

Gatos da minha vida: Lola, Lilica, Smigol e Preta disse...

Sensaional o trabalho de vocês!!! Muuuito legal mesmo, adoreeei ler essa aventura cansativa! Parabéns, eles serão eternamente gratos! Vou ver as coisas da lojinha pra ajudar!;-)
Bjinhaaus
Wayne

Anônimo disse...

Que maravilha, 20 gatinhos em segurança e, em breve, hiper felizes =]
Quantos gatos faltam para pegar ainda?
Vou ver se eu posso doar alguma coisa a vocês essa semana ainda!
Beijos e boa sorte,
Estela.

Sônia Schmidt disse...

Oi Estela. Conhecidos, tem mais uns 10 gatinhos mais ou menos. No entanto, supom os que há outros escondidos que aparecerão quando os conhecidos sairem...

Obrigada!!!!!!!!!!

Thalita Dias Braga disse...

OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO felicidade sem fim!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! 20 gatinhos já protegidos e felizes!!!! Muita emoção!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Meninas, parabéns pelo trabalho incansável! Nonô, Deus te abençoe por acolher esses pequeninos! Pra onde iriam sem vc? Beijos a todas!
Cláudia Valente