24 de mai de 2009

Gatos Encantados... Mais visitas ilustres... 23/05

No sábado, dia 23 de maio, fomos ao parque de novo.

Dessa vez, levando a linda gatinha “cor-de-rosa” de volta, já castradinha.

Recebemos mais uma super visita dessa vez. A Maris, que era funcionária do Parque e que nos ajudava a capturar os gatos, foi com a gente.

Maris

Pra quem não sabe, ela adotou um pretinho de lá, o Seu Jorge (que está um gatão lindo de morrer), e nós o levamos para castrar. Deixamos ele na clínica, pegamos a “nossa” cor-de-rosa e partimos para o Parque.

Seu Jorge
Chegamos no Parque, pegamos o nosso gaiolão e fomos para o Lixão da faculdade (como sempre, com o coração na mão!).

É sempre angustiante chegar lá...

Começamos a procurar os gatos e vimos a Mamãe... depois vimos o “vaquinha” (ainda não castrado)...

Ficamos em dúvida em soltar a “cor-de-rosa”... Seria o lugar ideal? E se a gente a soltasse perto da tia Rô? E se ela tentasse voltar para o “cantinho” dela e se perdesse pelo parque?

Aí, decidimos: Se a Prateada aparecer, a gente solta ela aqui mesmo! Pois seria sinal que eles estão se adaptando à nova situação do local, né?

E a Prateada apareceu... Soltamos a “cor-de-rosa” e ela saiu correndo para os esconderijos que só eles sabem onde ficam.

Montamos nossa parafernália e ficamos esperando o “vaquinha” se animar a entrar no gaiolão... Haja Whiskas Sachê...

Enquanto esperávamos, fui tentar descobrir o novo “Quartel-General” dos gatos, seguindo a Mamãe, na esperança de ver o PPA (Pequeno Pentelho Amarelo) e o Cinzinha, que foi castrado recentemente...

Cheguei a um novo depósito, que já havia servido de abrigo para eles. Voltaram para lá! É um lugar coberto e mais limpo... Porém, nada do PPA e do Cinzinha... Mas vi a Tricolor, já castrada, me olhando por entre as gavetas e tampos de mesa!

Novo esconderijo...

Falei com a Sonia e com a Maris que achava que eles estavam todos lá... Mas por que eles não saiam pra comer Whiskas Sachê?

Bem, nada no “vaquinha” se animar e o sol estava forte, decidimos voltar para o parque e tentar o Sialatinha (ainda pegamos ele!).
Já no Parque, montamos o gaiolão e deixamos petiscos lá dentro. Fomos fazer um lanche (ninguém é de ferro, né?), na esperança deles se acostumarem com a presença do gaiolão...

No quiosque, vimos um dos tigradinhos castrados há um tempão... Ele nos deixa fazer carinho (em troca de Whiskas Sache, né?)... Sônia foi presenteada com um arranhão dele e eu com outro!

Voltamos para o reduto da tia Ro e lá estava o Sialatinha, com um monte de outros gatos! Inclusive a Sialatona que já foi castrada e a irmã do sialatinha, já castrada também (tigradinha com branco).

O alvo...
Sialatona (que não é mãe do sialatinha)
Ficamos horas tentando atraí-lo para dentro do gaiolão... Todos os outros gatos entraram. Menos ele! Como é tímido e arisco... Enfim, descobrimos que ainda não seria dessa vez que capturaríamos o Sialatinha (ele está lindíssimo!!!)

Resolvemos tentar o “Vaquinha” da faculdade. Voltamos para lá com toda a parafernália.

Enquanto eu fui ver onde o Vaquinha estava, Sônia e Maris viram o PPA!!!

Pequeno Pentelho Amarelo está no novo abrigo!!!

Essa foi a melhor notícia das últimas semanas! O lindo PPA está lá! São e salvo!

Ficamos muito emocionadas. Sônia chegou a dançar no estacionamento (ainda bem que não tinha nenhum funcionário por ali... Já pensam que somos doidas, né?). Claro que o Vaquinha não deu o ar de sua graça!

Mas ontem não era dia de capturar... Era dia de saber que estão todos bem!
Ainda falta vermos o Cinzinha... Mas meu coração me diz que ele está bem.

Guardamos tudo e resolvemos ir embora. O dia estava “ganho”... PPA apareceu!!!

Voltamos até a clínica e pegamos o Seu Jorge, devidamente castrado, e a Maris levou-o embora para casa.

Maris, desejamos que o Seu Jorge lhe traga toda a sorte e felicidade do mundo. Ele não poderia ter arranjado uma “mãe” mais amorosa, viu?

E passamos o domingo “felizes para sempre” com a certeza que PPA está bem.

Sabemos que quem sai na chuva é pra se molhar... Sabemos que, um dia, não veremos alguns deles nunca mais. Porém, saber disso não diminuirá nossa angústia quando esse dia chegar... Ainda vamos sorrir muito e chorar muito também... Mas vale a pena saber que a colônia está sob controle e que, em breve, não nascerão mais gatinhos abandonados por lá.

PS by Sônia
Há aranhas nos matos em que nos embrenhamos... tenho medo de aranhas!!!!

Totalizamos 53 gatos do parque castrados - 35 fêmeas e 18 machos, além de outros 4 do Barra Sul - 2 fêmeas e 2 machos.

Nenhum comentário: