29 de ago de 2010

Gatos Encantados – U-HÚÚ!!! Alegria, Alegria...

Hoje, 29 de agosto – domingo, fomos ao Parque.

Sempre vamos aos sábados. Mas, por motivo de “força maior”, essa semana fomos no domingo!

Um lindo dia de sol (fortíssimo) e calor (insuportável).

Fomos direto para a Cidade Fantasma.

Nossos Mosqueteiros logo se apresentaram. Menos o PPA, que voltou a ficar assustado e não sabemos porque.

Laranjinha ligou a sirene, Vaquinha-Pai miou e a Mãezinha miava timidamente (ela é uma gatinha tímida!).

O Cafofo estava uma bagunça! Ração pra todo lado! Não temos como saber o que houve lá. Mas deu a impressão que eles “cavaram” um dos comedouros e jogaram ração pelo chão. Mas ainda tinha bastante ração no outro comedouro.

Servimos o banquete, arrumamos a “casa”, abastecemos comedouros e bebedouros e ficamos um pouquinho por ali, pra ver se o PPA aparecia... Mas ele não apareceu.

Tirei uma foto linda do Laranjinha e seu narizinho sardento... Como pode ser tão lindo?

Sua Majestade, o Laranjinha!


Onde está Wally?
Mãezinha na sombra

Bem, partimos para o Parque.

Nem paramos pra ver a família da Escaminha (eles nunca aparecem!)...

Fomos direto para onde mora o Vaquinha Miador. Ficamos tristes em ver que o comedouro dele não estava mais lá... Não sabemos quem pode ter roubado o comedouro. Achamos que deve ter sido alguém da empresa que recolhe o lixo do Parque.
Tivemos que deixar um pote grande de comida.
Temos que comprar outro comedouro para o Vaquinha Miador... Ele merece, né?

Vaquinha Miador - foto inédita, fazendo exposição da figura!

Aí, fomos para o Reduto da “tia” Sônia...

Os “nossos” gatos estavam todos lá!

Todos mesmo! Até o Sialata Fujão, a irmã dele e a Sialata!

“Tentei” servir um banquete... mas eles estão cada vez mais “mal educados”... Principalmente a Sophie e a Filhota (tigradinha).

As "folgatas"

Percebemos que o Sialata Fujão não se intimidou muito com a nossa presença. Veio cheio de “sede ao pote” para o banquete...

Sônia achou que seria uma oportunidade de capturá-lo.

Fomos malvadinhas... Sônia “espantou” ele (só precisou se mexer!) e montou a armadilha.

Eles estavam especialmente gulosos hoje...

Sônia fez o “caminho de João e Maria” com pedacinhos de ração úmida e ficamos imóveis... Mal respirávamos.

Uma tigradinha, um pretinho e a irmã do Sialata Fujão ficaram em volta da armadilha... e o Sialatinha, paradão... sentado ao longe.

De repente, ele se animou a comer os pedacinhos de ração... e ENTROU NA ARMADILHA!!!!!

18 meses, tínhamos capturado o Sialata... Mas a caixa de transporte quebrou e ele escapou!

Foram 18 meses na espreita...

Eu, particularmente, não via muitas possibilidades de capturá-lo de novo. Mas a Sônia nunca perdeu as esperanças!

E aí está!

O Sialatinha (EX) Fujão, já está na clínica para ser castrado!

Preparando a captura
Sialata na armadilha

Já na caixa de transporte, dentro do carro

Como ainda não tínhamos ido ver os gatos da colônia que foi “transferida”, colocamos o sialatinha dentro do carro (com as janelas semi abertas, claro!) corremos até lá pra servir o banquete e verificar como estava o comedouro deles.
Não vimos todos os gatos de lá... Acho que devido ao sol muito forte e calor quase insuportável...

Banquete no novo local de alimentação

Nos preparamos para ir embora e demos uma passadinha para ver os gatos que ficam na frente do parque. Consegui ver o Júnior...

Júnior e sua orelhinha marcada

Fomos direto para a Clínica com o nosso TROFÉU... E ainda tivemos notícias da gatinha.

Ela sobreviveu à Piometra e está se alimentando. Segundo o veterinário, ela já está fora de perigo e vai voltar “pra casa” semana que vem.

(Parágrafo "enxertado por Sônia) Aconteceu uma coisa muito legal, também. A clínica onde levamos os Encantados só funciona no domingo até às 13 h. O pessoal vai lá cuidar dos animais e fazer a medicação. Acho que nem tem atendimento.

Quando capturamos o ex Fujão, fiquei pensando em trazê-lo para casa. Aí, resolvi telefoar para lá. Já era quase 1 e meia. Expliquei para o rapaz que trabalha lá que havíamos capturado um gato e que voaríamos para lá. Já havia encerrado seu horário de trabalho, mas ele nos esperou até 2 e 20, que foi o horário que conseguimos chegar lá.

Achamos super legal da parte dele e isso nos mostra que conseguimos, realmente, desenvolver um bom relacionamento tanto com o veterinário quanto com o pessoal todo que trabalha na clínica.
(fim do p
arágrafo "enxertado por Sônia)

Se tudo estiver bem com o Sialatinha (EX) Fujão, ele também já voltará para o parque no próximo domingo!

Estamos felizes!


PS.: Apesar da boa notícia que demos, precisamos dividir com todos que a Ala Encantada voltou a não ter um lugar para ser instalada.
O terreno que a veterinária dos meus gatos ia ganhar, não rolou... O filho da senhora que doaria o terreno foi contra e impediu a doação.
Voltamos à Estaca Zero!

Totalizamos 64 gatos do parque castrados - 39 fêmeas e 25 machos, além de outros 4 do Barra Sul - 2 fêmeas e 2 machos, 2 fêmeas da igreja no shopping (ajudando a Marcela) e 1 fêmea encontrada pela Milena.

Update em 31/08/2010 - eu Angela ficamos rosa-chiclete, hoje! O Sialata Fujão é FÊMEA!!!!! Sempre pensamos que era macho, porque nunca emprenhou... ela é tão pequenina que o veterinário supõe que tivesse o úero infantil, daí nunca ter emprenhado. Ela foi castrada ontem e correu tudo bem!!!

21 de ago de 2010

Gatos Encantados – Mais um gato capturado!

Dessa vez não vou fazer suspense!

Capturamos mais um gatinho!!! (mas só vou dizer qual, no final!)

Bem... Hoje, 21 de agosto, fomos ao Parque, levando os 100 quilos da ração que os Gatos Encantados recebem mensalmente, doadas por um benfeitor. Muito obrigada, sempre, nosso “mecenas”...

A primeira parada foi na Cidade Fantasma.

Assim que chegamos, três, dos Quatro Mosqueteiros se apresentaram: Primeiro o Vaquinha Pai, logo depois, surgiu o Laranjinha (com sirene ligada, claro) e a Mãezinha veio em seguida.

Três dos Quatro Mosqueteiros (o quarto estava lá, mas se escondeu)

Servimos o Banquete pra desligar a sirene do Laranjinha e fomos cuidar da limpeza e reabastecimento dos comedouros do Cafofo. As caminhas estão sendo super usadas!

Caminhas sendo usadas

Ah... dessa vez consegui tirar fotos do Vaquinha Pai DENTRO do carro da Sônia!
Ele sentou-se no banco do motorista e não fugiu quando cheguei perto para fotografar! Coisa mais amada!

Quer dar uma volta, gato?

Eu não vi o PPA... Estava limpando o Cafofo quando ele deu uma “passadinha” pra se deliciar no Banquete. A Sônia viu o PPA! Mas não deu tempo para eu vê-lo...

Banquete servido, “casa” arrumada e comida servida, fomos para o Parque.

Começamos a nossa “visita” no reduto da Família Escaminha.
Decidimos não deixar mais o comedouro nesse lugar.
Fomos informadas que os gambás estão avançando na ração dos gatos e não temos como alimentar gambás, né?
Como os gatos da Família Escaminha se alimentavam na Cidade Fantasma, eles voltarão a comer lá. Pois percebemos que, quando os gambás acabavam com a ração do comedouro, eles voltavam a freqüentar o Cafofo. Percebemos isso através do consumo de ração no Cafofo.
Não vimos nenhum dos gatos dali! Eles sabem se esconder muito bem!

Fomos até onde mora o Vaquinha Miador. Chamamos ele e ele veio, do meio do mato, “respondendo” ao nosso chamado. Um fofo!
Trocamos o lugar do comedouro dele. Numa tentativa de diminuir o avanço dos gambás, colocamos o comedouro em cima de uma mesa alta. Sabemos que gambás sobem em mesas... Mas, quem sabe não dá certo, né?
Vaquinha Miador ganhou o seu petisco e muitos carinhos!
A gente só consegue fotografá-lo com a cara enfiada em um pote de comida! Rs

Mas que fome!!!!!!!!!!

E fomos para o reduto da “tia” Sônia...

Lá estavam Sophie, Patynho, Mãe & Filhota, Pretinho sem nome e o Pretinho Magrelo (que só come ração seca!). O Sialata Fujão estava na área... mas quando nos viu, saiu correndo! A Sialatona estava por lá também!

Servimos o banquete para eles e, para nossa surpresa, Sophie não deixou a Sialatona participar do Banquete! Fez uns FSSS mpra ela.

Achamos essa cana linda!
Banquete, como sempre

Aí, Sônia fez um “Banquetinho” pra ela em cima do muro. A Sialatona ganhou petiscos e CARINHO! Ela permitiu que a Sônia fizesse carinhos!

Esse dengo foi só por causa do papá gostoso

No caminho para a colônia que transferimos de lugar, fomos até o quiosque. E quem apareceu por lá? A linda Tigradinha carinhosa...
Ganhou petiscos e carinhos! Ela está linda!

Gatinha do quiosque

E fomos para o novo ponto de alimentação.

Novo ponto de alimentação; ficou bem legal

Três gatos apareceram e ficaram por ali... Servimos o Banquete e eles se fartaram!

Encontramos uma gata linda que foi castrada bem no início do projeto, e outro gatinho, que nos fiscalizava quando alimentávamos os gansos, deitados tranquilamente num muro.

Gata castrada no início do projeto. Está sempre meio sumida...
O fiscal

Esses gatos também são dessa colônia que transferimos o local de alimentação.

Decidimos dar um grande passeio pelo Parque. Tudo tão deserto... Um lugar perfeito para gatos: Muitos lugares para se abrigarem, 300 mil metros quadrados, comida farta, muros altíssimos e nenhum humano que os ameace.

Demos uma volta completa no Parque. Entramos em todos os cantos, procuramos qualquer vestígio de novos gatos... e tudo está no “seu devido lugar”.

Vimos, de longe, a Escaminha; Não dei tempo de fotografá-la nem de chegar muito perto dela.

Quando estávamos já voltando para o Reduto da “tia” Sônia, “esbarramos” no Pretinho com a ponta do rabo branca! Nosso gorducho querido!
Não tínhamos visto ele ainda! E ele foi nos seguindo pelo caminho de volta.
De vez em quando, Sônia pegava ele no colo, dava umas amassadas e ele reclamava... rs

Durante essa caminhada, nos divertimos um pouco!
Sem ninguém como testemunha, tiramos umas fotos engraçadas. Fizemos coisas que “gente adulta” não costuma fazer!
Sônia subiu em um “arranhador” gigante (que seria perfeito para gatos!) e desceu por um escorregador fechado que estava empoeirado e ficou imunda! Rsrs

Porque ninguém é de ferro... momento mico!!!!!!!!!!!!!


O Pretinho com a ponta do rabo branca foi a única testemunha dessa bobagem!

A testemunha do mico

Resolvemos ir embora. Antes, passaríamos na entrada do Parque para ver os gatos de lá.

Vimos a Sandy, o Júnior, a Melancia, o Cabeção... e a Tigradinha que ainda não foi castrada.

Sônia voltou ao carro e pegou a armadilha... Quem sabe, né?

E, não é que ela ENTROU na armadilha???

DEU CERTO!

Conseguimos capturar essa gatinha linda e ela já está no veterinário!

Dois momentos: na armadilha, sendo observada pela Melancia e já na caixinha de transporte

Na verdade, não sabemos se é macho ou fêmea... mas tem uma carinha de menina...

E então, demos o nosso dia por encerrado!

Update em 25 de agosto - A castração foi hoje de manhã. É uma fêmea, mesmo. O veterinário me informou que ela estava com piometra. Ainda bem que resolvemos capturá-la no último momento, pois mais uma semana poderia ser fatal. Está medicada e ficará na clínica até dia 4 ou 5 de setembro (acho que vamos ao parque no dia 5, domingo) se tudo correr bem.

Update em 31 de agosto - a gatinha está bem, os pontinhos já estão cicatrizando.

Totalizamos 63 gatos do parque castrados - 38 fêmeas e 25 machos, além de outros 4 do Barra Sul - 2 fêmeas e 2 machos, 2 fêmeas da igreja no shopping (ajudando a Marcela) e 1 fêmea encontrada pela Milena.

7 de ago de 2010

Gatos Encantados – Nada de novo, de novo!

Ontem, 06 de agosto, fomos ao Parque.

Como eu estava de férias, decidimos ir na sexta-feira pra conversar com a funcionária que coloca comida para os gatos durante a semana.

Fomos direto para o Parque.

Primeiro fomos falar com o nosso amigo Gilson, na administração. Foi ótimo!
Pois vimos vários gatos lá...

O Branquinho, o Júnior, Melancia, o Cabeção (tigrado já castrado e super amiguinho do Júnior) e a tigradinha que ainda não está castrada.

Branquinho

Tigradinha ainda não castrada

Júnior - sempre simpático
Cabeção e Júnior

A Sandy não apareceu pra gente, mas sabemos que ela está bem.

Aí, começamos a percorrer as colônias.

Fomos até onde mora a família da Escaminha. O comedouro estava abaixo da metade! Eles comeram bastante. Demos uma volta por ali e conseguimos ver o tigradinho (que parece com a minha Catarina) e a Laranjinha Primo, filhos da Escaminha, já devidamente castrados.
Cresceram!!! Estão lindinhos e muito ariscos. Só os vimos de longe.

Fomos, então, para onde mora o Vaquinha Miador... Chamamos e veio, de longe, “avisando” que já estava vindo!
Ganhou um Whiskas Sachê e enchemos o comedouro dele. Estava vazio!!
É incrível como não fotografar a carinha do Vaquinha... ele abaixa a cabeça pra comer e não tem quem faça ele levantar a cabeça! rsrs

Vaquinha Miador "enfiado" na comida

Aí, fomos para o antigo Reduto da “tia Sônia”.

Lá estavam todos... Mãe tigrada e filhota, Patynho, a outra tigrinha, o Sialata Fujão, a Sialata, a irmã do Sialata, o Pretinho com a ponta do rabo branca, o Pretinho magrelo (já não tão magrelo...) e encantadora Sophie!

Finalmente uma foto decente da irmã do Sialata - agora dá para ver toda sua beleza!

Enquanto eu preparava o banquete, a filhota subiu no carro e eu consegui fazer carinho nela! Depois até a Sônia passou a mão na gatinha também!
É o poder do Banquete!

Olha o poder do banquete!!!!!!!!

Enquanto eles se deliciavam com o Banquete, fomos resolver o problema de transferência do comedouro de outra micro-colônia.

A parte onde eles ficam foi cedida para a Casa de Show (tem uma casa de show ainda funcionando dentro do parque - a área foi alugada) de lá usar e então, achamos melhor tentar afastar os gatos daquela área.
Encontramos o lugar perfeito! Bem pertinho dali e bem abrigado da chuva e do sol.
Servimos um banquete pra eles também no lugar novo, como chamariz e para que eles aprendam o novo “endereço” da comidinha...

Nova praça de alimentação

E fomos, então, para a Cidade Fantasma.

Os Quatro Mosqueteiros estavam a postos!

PPA estava afastado. Longe do Cafofo e lá ficou por um tempão. Só foi participar do Banquete depois que fui “chamá-lo”... rs

Mas a Mãezinha, o Vaquinha Pai e o Laranjinha estavam na área. Sendo que o Laranjinha estava dentro do Cafofo e saiu quando chegamos.

Foto maravilhosa do Vaquinha Pai

A sirene do Laranjinha começa a funcionar assim que ele nos vê e só pára quando o Banquete é servido.

Mãezinha é a campeã da gulodice. É a primeira a começar a comer e é a última a parar. É impressionante como ela come! rsrsrs

Demos uma boa limpada no Cafofo, trocamos a água e abastecemos os comedouros.

As caminhas quentinhas do Cafofo estão sendo muito utilizadas. As cobertinhas estão com marcas de pêlos e sujinhas deles. Com esses dias mais frios, acho que ter uma caminha quente deve ser uma delícia pra eles, né?

Caminha sendo utilizadas

Ah... vimos a galinha! Não a tínhamos visto há algumas semanas, mas ontem ela apareceu bem feliz e ganhou um bocadão de milho!

Galinha que andava meio sumida

Não vimos os gansos nem os patos. Mas também sabemos que estão super bem.

Enfim, nenhuma novidade... só a alegria de ver que os gatos estão bem.

Desculpem o relato meio “xôxo”, mas não tive uma semana boa em minha vida pessoal e não estou inspirada.

Qualquer coisa que eu tenha esquecido, a Sônia completa, né, Sônia (minha amiga e parceira – Muito obrigada sempre)?