12 de dez de 2009

Gatos Encantados – 12/12 - De grão em grão...

Hoje o dia foi longo... e produtivo!

Eu e Sônia marcamos de ir um pouco mais cedo para o parque.

Tínhamos que pegar a Ferinha Tricolor no veterinário e levar para o parque... tínhamos que ir buscar a doação da ração (que é um bocado longe) e tínhamos que, pelo menos tentar, capturar algum gato...

Dia de “quase sol”, um calor de cozinhar, um trânsito danado... Mas, cuidar desses gatos foi uma escolha nossa, né?

Então, chega de “reclamar” e vamos aos fatos!

Como vocês sabem, a Sônia está com um pretinho “pelado”, por causa de fungo, na Cat Caverna da casa dela...
Essa semana, o Pretinho apresentou sintomas de Rinotraqueíte e Sônia correu com ele para o veterinário.
Foi muito preocupante, mas já está tudo sob controle.
Sônia está alimentando ele “na marra” e aplicando nebulização.
A pelagem já está quase boa de novo e ele já ia voltar para o Parque... Mas o Pretinho ganhou umas semaninhas extras de cafofo.

Bem, depois da Sônia alimentar, medicar, “nebulizar” e cuidar o Pretinho (ela acordou mais cedo que eu... tenho certeza!), nos encontramos e fomos buscar a Fera Tricolor na clínica.
Diga-se de passagem que ela aterrorizou os tratadores da clínica! rsrsrs

Coisa fofa! Adora a nebulização!!




Enfim, gata no carro, lá fomos nós...

Chegamos no Parque e fomos soltar a Fera... quer dizer, a gata. Não deu tempo de fotografar... Ela saiu correndo para dentro do buraco, bem feliz. Nem olhou pra trás! rs

Fomos para o “Reduto da tia Sônia” e montamos o tradicional Banquete dos gatos de lá. Não canso de dizer o quanto eu adoro essa parte! Hoje os gatos miavam ao meu redor (num raio de 5 ou 6 metros de distância), super impacientes com minha demora em servi-los! Rs

Aí, resolvemos ir buscar a nossa doação de ração... É longe... muito longe!
Claro que nos perdemos no caminho de ida, mas conseguimos chegar.

Carro abastecido com 100 quilos de ração, voltamos para o Parque. Claro que nos perdemos (duas vezes!) no caminho de volta, mas chegamos.

Descarregamos o carro na “tia Sônia” e fomos para o terreno da Faculdade.

Nós tínhamos certeza que iríamos lá só para “faxinar” o lugar onde fica a comida, colocar ração, trocar água e dar petiscos... pois já era tarde (umas 3 horas da tarde) e o sol e o calor estavam castigando a gente (que dirá os gatos, né?).
Para nossa surpresa, quando chegamos no lugar onde fica a comida, houve uma “debandada” de gatos... Eram os “nossos” castradinhos correndo de um lado para o outro (fugindo da gente!).

Vimos o Vaquinha-Pai, a Cor-de-Rosa, o Laranjinha, a linda Prateada (que veio exigir o Whiskas Sache dela), vimos o PPA... Todos ganharam petiscos.

Porém, não vimos a Mãezinha, o que sempre nos deixa aflitas. Queremos acreditar que ela estava passeando.

E vimos a Tigradinha Fujona e o Vaquinha-Filho!

Sônia montou a armadilha... Eu, pra ser sincera, não achei que iríamos conseguir capturar algum gato hoje, e fui fazer a “faxina”...

Peguei uma vassoura e acabei jogando água no chão do lugar onde fica a comida. Enquanto eu esfregava o chão, Sônia vigiava a armadilha.

Eu não dei muita bola, não... Fiz barulho, varri, esfreguei, joguei água...

E, de repente, ouvi o barulho da armadilha atrás de mim!

Sônia correu para a armadilha já com a caixa de transferência e eu corri para o carro para pegar a colcha pra cobrir a gaiola.

Foi o Vaquinha-Filho que entrou na armadilha!

Vaquinha já no veterinário

Tão lindinho... tão assustadinho... mas se acalmou (ou se conformou) depressa.

Terminei de colocar ração e água para os gatos de lá correndo e guardamos os nossos apetrechos de captura.

E a nossa jornada de volta para a Clínica, com o Vaquinha-Filho “debaixo do braço” começou.

Como já disse, um calor de rachar, no meio do engarrafamento, bateu uma sede quase insuportável em mim e na Sônia. E nada de um posto de gasolina com uma lojinha salvadora no caminho... Quando estávamos à esquerda, o posto estava à direita... E foi assim até quase “morrermos de sede”.

Já estávamos delirando de sede, quando um posto salvador “apareceu”. Saí do carro ainda andando para comprar água... rs

Parecíamos duas loucas (parecíamos???) agarradas em garrafas de água.
Mas já não ligamos para isso... já acostumamos a parecer doidas.

Água! Água!! 1 litro e meio de água para cada uma!!!

Enfim, eram quase 7 horas da noite quando chegamos na clínica.

O que pode parecer sacrifício e maluquice pra muita gente, pra mim e pra Sônia é sempre um dia feliz.
Mesmo quando não capturamos nenhum gato, ir ao Parque, servir o banquete, servir os petiscos ver os gatos e saber que estão bem é um programa da melhor qualidade.

Fazemos isso com alegria. Sofremos, rimos, ficamos apreensivas, nos divertimos, ficamos exaustas, torradas pelo sol e calor... mas tudo isso faz parte da vida de quem escolhe esse caminho.

Claro que estamos preocupadas com a Mãezinha... Mas queremos ter certeza que ela está bem e que, em breve, a veremos na próxima ida ao Parque e daremos DOIS whiskas Sache pra ela!

Ah... a ração que ganhamos é a PITUKATS, da Nutriara (obrigada ao nosso benfeitor!!!). Os gatos estão adorando a ração, estão mais gordinhos e mais bonitos! A ração é boa (uma dica pra quem precisa alimentar colônias).

Desculpem o relato compridíssimo... Mas ficamos felizes pelo dia de hoje.
Pois achávamos que não iríamos “pegar ninguém”!

Totalizamos 59 gatos do parque castrados - 36 fêmeas e 23 machos, além de outros 4 do Barra Sul - 2 fêmeas e 2 machos e, agora, 2 fêmeas da igreja no shopping.


UPDATE em 13/12/2009

Gatinho preto não respondeu bem ao antibiótico... .

O hemograma mostrou que a infecção continua. Fomos fazer a revisão, hoje. A medicação foi mudada, espero que ele responda bem.

Dá uma angústia medonha, viu? Ele não quer comer e estou forçando a alimentação. Não está desidratado, mas perdeu 350 gramas e, agora, está pesando 2 quilos 950 gramas. No total perdeu muito peso; quando chegou, tinha 2 quilos e 400, foi para 3 quilos e 600 e agora deu essa baixada de peso.

A veterinária falou para dar uma lata inteira de a/a por dia; estou fracionando, porque é complicado forçar a alimentação e muitos aqui já passaram por isso e sabem como é difícil.

Ainda bem que ganhamos a ração no mês passado e esse mês para os gatos do parque (e, com certeza, nos próximos também) porque os cuidados com o gatinho deram uma bela derrubada no nosso caixa. Mas temos certeza que venderemos muitos produtinhos por esses dias e vai dar tudo certinho.

2 comentários:

Gatinhos de toda parte disse...

Que legal!

Falta pouco agora, né :)

Sônia Schmidt disse...

Achamos que sim, mas é sempre um mistério!