4 de nov de 2007

Sexta-feira, 02 de novembro, fomos ao parque para avaliar a real situação dos animais e para fotografá-los. A informação inicial que tivemos foi a de risco iminente pois havia ameaça de envenenamento.

Ao chegarmos lá, fomos informadas que ocorreu, realmente, um envenenamento há 3 anos, mas isto não se repetiu; recebemos a notícia, também, da mudança do administrador do parque há pouco tempo e da redução do risco maus tratos.

Então, o projeto inicial seria:,
1 - Resgate dos animais;
2 - Castração;
3 - Encaminhamento para um abrigo que já havia se proposto a recebê-los, onde ficariam em quarentena nas gaiolinhas (temporariamente, pois seriam divulgados em nossos perfis para adoção);
4 - Depois do período da quarentena as gaiolas estariam liberadas para o resgate de mais animais.

Observamos que há, realmente, muitos gatos (adultos e filhotes); aparentemente, não há surto de rinotraqueíte. Eles estão magros, mas não esquálidos; há pessoas que trabalham no parque e, apesar de ganharem pouco e não estarem recebendo, regularmente, seus salários, ainda usam seu dinheirinho para comprar ração para os bichinhos.

O parque é muito grande e há muitos locais para abrigo (tanto naturais quanto construções abandonadas). Analisando os fatos, achamos melhor mudar a estratégia de ação. O objetivo a ser alcançado é a evitar o crescimento da colônia de gatos, o que será alcançado com a castração dos mesmos. Desta forma, a ação será mais barata e mais rápida, já que não teremos que esperar o período de quarentena.

O que planejamos, atualmente:
1 - Comprar mais gaiolas e deixar em locais protegidos dentro do próprio parque;
2 - Captura dos animais para castração e marcação padrão para identificarmos os castrados.;
3 - Devolução dos animais para o mesmo local, onde ficarão em recuperação dentro das gaiolas, aos cuidados dos funcionários (que concordaram e acharam ótimo) e, posteriormente, soltos, novamente, no parque.
4 - Ajuda permanente com doação de ração;
5 - Campanha de adoção.

Estou postando algumas fotos, na próxima semana serão postadas outras (melhores do que as minhas hehehe).

Continuem ajudando, seja comprando um número da rifa, doando ração ou se oferecendo para atuar na captura dos animais ou, mesmo, de quaquer outra forma que acharem possível. Qualquer ajuda será maravilhosa.

Qualquer dúvida, podem entrar em contato por e-mail:

angelabelluomini@hotmail.com

soniaschmidt@hotmail.com

aurea_wiese@hotmail.com


Tigrados para todos os lados. São lindos.



















Mais um tigrado. Este está fugindo do sol.









Gato passeando no toldo.










Vocês pensam que só há tigrados? Nada disso! Há pretinhos, também!















Mãe e filhote. Não deu para chegar mais perto, que pena.














Filhotes sob o auto-pista. Dá para ver os carrinhos lááá no fundo.














Pontinhos que brilham...
Cliquem na foto para aumentar.










Este é o dono dos pontinhos que brilham. Mais um tigradinho lindo.









Mãe dos pontinhos que brilham. Fomos informadas que ela já teve 7 ninhadas!!

2 comentários:

Cris Gaia disse...

Ô dó desses gatinhos, viu? Dá vontade de levar tudo prá casa, mas o que vcs estão fazendo é incrível!
Parabéns, fico muito feliz em saber que vcs existem!!!!
Beijo grande e que Deus as ajude e inspirem SEMPRE!

Sônia Schmidt disse...

Cris
Todos estamos fazendo juntos.
Cada um que compra uma rifinha, que divulga e que ajuda de outras formas é de fundamental importância.