19 de set de 2012

Gatos Encantados – Hymne À L'amour

Sexta-feira, 14/09, Sônia foi ao Parque.

Por ser um dia de semana, eu não pude ir. E, na verdade, Sônia foi ao Parque com o sobrinho dela, o Matheus, e um grupo de uma ONG que cuida de aves.

Foi a primeira tentativa de captura dos dois gansos que ainda vivem lá. Claro que só conseguiram ganhar experiência... Mas é claro que, um dia, conseguirão, né?

O Gatão Cinza e Branco não é mais visto por lá. O segurança disse que já tem algum tempo que não aparece mais nenhum gato no Parque. Ainda assim, Sônia deixou um pacote de 25 quilos de ração e a nossa armadilha para que continuemos tentando capturar esse Gatão!

Como já dissemos, vamos encerrar nossas atividades no Parque no final desse mês (setembro). Tristes, claro, por não termos conseguido capturá-lo, mas conscientes de que tudo foi tentado.

Sabemos que o Gatão não é um gato do Parque apenas. É um gato do mundo. Ele freqüenta vários outros pontos das redondezas e, decididamente, ele não quer ser capturado.

E agora, algumas notícias:

A Narizinho, que está na casa da Sônia, começou quimioterapia por causa dos linfomas provenientes da FeLV. Ao que parece, está respondendo bem ao tratamento e estamos fazendo de tudo para ela poder voltar para a Terra dos Gatos Encantados e ter uma boa qualidade de vida lá.

A Cinderella, a última gatinha que apareceu no Parque, já foi castrada e, ao que tudo indica, já arranjou um lar... o MEU.

Minha mãe, que atualmente mora comigo, se encantou com a gatinha e ela está, a princípio, em Lar Temporário aqui na minha casa.

Mas as coisas estão caminhando tão bem, apesar dos FSSSS correrem soltos, que já estou achando que esse lar temporário vai ser prolongado.

O Loirinho (Malelo Encantado), ainda está para adoção e precisamos de ajuda na divulgação da adoção dele, ok?

E sábado, 15/09, fomos para a Terra dos Gatos Encantados.

Assim que chegamos, corremos para ver a gatinha que “adotou” a Noêmia.

Lembram da barrigudinha? Então... nasceram!!!! SEIS gatinhos!

Todas nós perdemos a aposta!

Os gatinhos são quase todos pretinhos e tem um vaquinha muito lindinho. Mas ainda são pequenininhos demais. Não sabemos quantos machos e fêmeas tem.

E já avisamos a todos que vamos precisar de ajuda na doação desses filhotinhos!!!

Vejam que coisa fofa a Leloo abraçando um filhotinho!



E antes de entrarmos no gatil, fomos cumprimentar os gatos pelas grades. E, vimos algumas “coisas” saindo do bumbum do Benvindo.

Fomos até uma Petshop e compramos várias caixas de vermífugo.

Entramos, então, no gatil, armadas com imensos comprimidos para dar para os que se deixam pegar.

Benvindo foi o primeiro, claro! Foi fácil...

Benvindo


O segundo foi o Cabeção... fácil, também. Branquinho, Gooordo, Rauuul, Zúúúnior... Tudo fácil.

Branquinho fazendo cara de: "é tudo para mim?"

Sônia segurava pelo cangote e eu colocava o comprimido lá na garganta deles.
Aí, começaram os mais difíceis...

Sandy, Sialatona, Leôncio (ex-Melancia 2) e Filhota deixaram seus “protestos” em nossas mãos.
Sônia ficou com os protestos das unhas e com os protestos dos dentes.

Vamos à brincadeira de adivinhação, ainda bem que a Noêmia vai saber identificar:

TB??????

Hora do banho

Cor-de-Rosa e Printemps

Filhota

Lafayette???

Linda Irmã

Mamãe da Filhota

Hora do petisco

Quem e quem???

Quem???????????????????????

Rauuul

Sandy

Quem????

Trairinha

Tricolor Esmaecida e Quem??????????????

Tricolor Esmaecida (nem está tão esmaecida assim)

É o Zúúúnior?

Petisco noturno

Eu e Sônia vermifugamos dez gatos. De noite, Noêmia, SOZINHA, vermifugou mais dois Cookie e Lafayette) e vai continuar a saga da vermifugação sozinha... até onde ela conseguir, né? Pois ainda tem gato que não permite nenhuma aproximação.

Linda Irmã, Printemps e Tricolor Esmaecida já estão quase caindo nas graças da Noêmia, e não demora muito pra ela conseguir dar até beijos nessas gatinhas. Que dirá um comprimido... rs

Fizemos a faxina, com a ajuda da Super Alice e depois do almoço (delicioso como sempre – estamos ficando tão mal acostumadas quanto os gatos) fomos dar o Banquete dos Gatos Encantados.

Olha a Super Alice ali no cantinho!!!!!!!!!!!!!!


Pra variar, foi um momento que nos traz muita paz e alegria. Quase todos os gatos participam do banquete e é a melhor parte do dia.

Porém, não foi um dia de felicidade plena.

Sempre imaginei que, um dia, usaria essa música de Edit Piaf num relato. Mas sempre pensei que seria em homenagem a algum Gato Encantado.

Agora, descobri que seria para tentar consolar um coração que está partido. E, mesmo que ajudemos a juntar todos os cacos e colar, terá cicatrizes profundas.

Há algumas semanas, um dos gatos (mais que amado) da Noêmia ficou doente.

Frederico, um lindo gatão preto e branco, já com 14 anos, peludo, carinhoso, doce, apresentou alguns problemas de saúde e, por mais que a Noêmia se dedicasse, Fred não reagiu...

Noêmia não tem mais sete gatinhos. Frederico agora brinca, feliz e saudável, em algum lugar do Universo, onde não existe mais dor e sofrimento.

Existe apenas a espera do reencontro.

Como já disse algumas vezes, a vida só valerá a pena se isso for, realmente, possível.
Enfim... a vida é feita de chegadas e partidas.

A chegada dos seis bebês da gatinha, quase no mesmo dia da partida do Fred, é algo para se pensar...

Talvez, Frederico tenha lutado tanto justamente para que a dor da sua partida fosse um pouquinho amenizada com a chegada de vida, apesar de sabermos que nada pode aplacar essa dor.

Nós e os Gatos Encantados estamos tristes...

Frederico, nós amamos você, bicudinho lindo!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Clique na setinha para ouvir essa linda música.


5 comentários:

Unknown disse...

Muito linda e emocionante a homenagem ao Fredinho... doce, meigo, querido... amado para sempre.
Cláudia Valente

Unknown disse...

Muito linda a homenagem ao meigo e amado Fredinho. Onde quer que esteja, será inesquecível.
Cláudia Valente

bartbudeguinha disse...

Meu Fedinho...nunca mais, nada será como antes...
Seu lugar no meu coração,ficou perdido para sempre...ninguém jamais poderá ocupar,pq não existem 2 Fedinhos...
Mas,se Deus existe,ele haverá de permitir que eu reencontre vc...nem que seja somente,para eu ver que vc está,enfim,bem.
Agradeço a Sonia e a Angela pela linda homenagem ao meu Fredinho...nunca irei esquecer...
Vai em paz,amado Fefê...até um dia...se Deus quiser...
Te amo hj e para sempre...

Angela Belluomini disse...

Nonô,
Estamos juntas... na saúde, na doença, nas alegrias e, principalmente, nas horas difíceis.
E sei que posso falar pela Sônia também.
E um dia estaremos todos juntos para sempre!

Anônimo disse...

Fredinho lindão !!! Não tenho dúvidas de ele está muito bem agora, principalmente porque ele teve a mamãe dele juntinho até o fim, sempre protegendo, cuidando e dando carinho ! Ele sabe o quanto de amor e dedicação a mãe dele, irmã e toda a família Budeguinha tem por ele, hoje e sempre ! <3