5 de jun de 2010

Gatos Encantados – “Estamos todos bem”

Hoje, 05/06/10, fomos ao parque.

Um dia cinza... Frio, chuvoso... poucas expectativas de captura.

Mas temos sempre que reabastecer o Cafofo da “Cidade Fantasma”, e eu e Sônia não conseguimos ficar longe dos Gatos Encantados por mais tempo... Dá uma saudade...

Hoje fomos direto para o Reduto da “tia” Sônia. Como sempre, assim que chegamos os gatos vieram “cobrar” o Banquete.

Corremos para atendê-los!

Como sempre, banquete!

Quem é quem???? Eu sei!!!!!!!!!!!!!!!!! Na frente, Sophie, a gulosa! Atrás, o pretinho que só gosta de ração seca.

Coloquei essa foto, que não tem a ver com o texto, mas está uma pintura!!!

Como eles estão gordinhos! Dá gosto de ver. Patynho está bom das feridinhas, Sophie cada vez mais linda, os tigrinhos, que tanto nos confundem, estão lindos.

Sophie, de novo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Ô gata gostosa!!!!!!!!!!!!!!!!

Hoje, conseguimos uma foto da tigradinha que foi castrada na primeira leva de castrações, com a filha que já era nascida desde aquela época! Elas continuam como mãe e filha! É de emocionar o amor entre elas!

Mamãe e filhinha, sempre juntas


Apesar do frio, vimos o sialatinha (ainda não castrado) e é incrível como ele morre de medo de nós! Pode ter uma multidão lá, que ele fica... Mas quando a gente chega, ele sai correndo! rsrs

Vimos a irmã do sialatinha (ela já foi castrada). Que gata linda! Super peluda, com um rabão de dar inveja a qualquer persa e gordinha! Adoro vê-los gordinhos!

Irmã do sialata

A sialata fêmea, já castrada há tempos, também deu o ar da graça. Mas eles fogem da gente e nem sempre conseguimos fotografar todos!

Resolvemos ir buscar o Vaquinha, que achamos que foi abandonado por lá (ele já era castrado!), para apresentar o local do banquete. Ele não costuma freqüentar o Reduto da “tia” Sônia, apesar de ficar perto de lá.
Chegamos na construção abandonada e fizemos “psipsipsi” (ele sempre responde a isso) e, é claro, ouvimos o miadinho dele.

Decididamente, ele é um gato miador!

Sônia pegou ele no colo e entramos no carro (ele passou para o meu colo!) e demos uma “carona” pra ele até o Reduto.
Servimos Whiskas Sachê e ele comeu avidamente... depois, voltou para o cantinho que escolheu para “chamar de seu”.

Vaquinha Miador "papando"

Fomos ao Quiosque levar o sache da tigrinha miadora. Está linda também!
E fomos para a Cidade Fantasma... No caminho, fomos visitando as outras micro colônias, deixando agradinhos para todos!

Bem, a chegada na Cidade Fantasma é sempre aflitiva. Os gatos vivem absolutamente sozinhos e isso é aflitivo, né?

Mas, assim que chegamos, o Vaquinha-Pai, Laranjinha, Mãezinha e PPA logo apareceram!
Laranjinha ligou a sirene e tivemos que servir o banquete antes de abrir o Cafofo (ele não pára!!! rsrs).

Banquete na cidade fantasma

Laranjinha, outra pintura!!
Bem... vassouras a postos, começamos a limpar o Cafofo.
Pelas sobras de ração, eu acredito que ainda daria para uns 2 dias. Estamos deixando a comida na medida certa! Preferimos que sobre sempre!

Enquanto eu varria e limpava, Sônia lavava os bebedouros e os gatos terminavam o banquete e começavam a nos observar.

Não deu pra fotografar, mas o Vaquinha-Pai entrou no carro da Sônia e ficou sentadinho no banco do motorista um tempão... e depois ficou no banco do carona... Mas a câmera estava no carro e não deu pra fotografar...

Em nossas incursões nas lojas abandonadas, encontramos um armário baixo, sem as portas e levamos para o Cafofo (será que o roubamos???) para servir de abrigo.
O frio está chegando com rigor e mesmo dentro do Cafofo faz frio!

Achado não é roubado

As caixas de papelão estão sendo usadas. E agora eles têm mais uma opção de abrigo quentinho.

Limpeza feita, ração reposta, banquete servido... voltamos para o Parque.

Fomos direto para a entrada da frente do Parque.
Lá, vimos o branquinho que fazia tempos que não víamos. Colocamos Sache e ração... ele parecia estar com fome!
Comeu vorazmente e se deixou acariciar. Lindo!!!

Branquinho

Vimos o Melancia, que estava em cima da laje (ou lage?)! Desceu pela árvore e ganhou Sache também.

Melancia em cima da laje (por pouco tempo)


Seguimos até o Reduto da “tia” Sônia de novo.

No caminho, encontramos o Preto com a ponta do rabo branca.
Ele nos “chamou”!!!
Estávamos de carro, bem devagar e ouvimos o miado dele!
Servimos Sachê pra ele e a Sônia se encarregou de fazer uns afagos (ele adora!).

Afofando o fofinho!!!

Já no Reduto, apertamos muito a Sophie (ela é “apertável”!), fizemos as contas da ração que ainda tem lá e Sônia aproveitou pra dar uma boa lavada no carro (estava precisando... Contei, Sônia!).

Dia cinza... Frio, chuvoso... Capturas, nem pensar, né?

Mas fomos até o lugar onde “mora” a Família Escaminha.
Como o brinquedo desse pedaço do Parque voltou a funcionar, imaginamos que a Família poderia não estar mais por ali...

Lêdo engano!

Fomos informadas que a Família continua por ali, mas só aparece ao anoitecer.

Nossa próxima ida ao Parque será no final da tarde!

Enfim, resolvemos ir embora.

No caminho para a saída do Parque, avistamos a Escaminha (não castrada), sozinha, indo em direção ao terreno da Cidade Fantasma... e, ali bem pertinho, estava a Fera do Buraco (castrada)!

Tentamos fotografá-la, mas um “dia cinza... Frio, chuvoso...” Só aparecem os “faróis” em que se transformaram os olhos da Fera do Buraco!

Se você se esforçar muuuuito vai ver a Fera do Buraco

Mas ela está linda! Peludíssima, gordinha, linda de verdade!

E fomos embora felizes! No news, good news!

Estamos todos bem!
(alguém assistiu esse filme? Vale a pena!!!)

4 comentários:

scvg disse...

Nossa, um gato mais lindo que o outro....
Se já não tivesse 4 gatos e 2 cachorros, que moravam nas ruas e foram adotados por mim, eu ia querer a laranjinha e o branquinho de olho azul!
São liiiindos!!!
Parabéns pelo lindo trabalho!
Sandra.

Angela Belluomini disse...

Oi, Sandra.
Muito obrigada pela visita ao Blog.

Quanto às formigas, tem uma coisa que a gente não tentou lá...
Deu super certo aqui em casa.
Corte limões no meio e espete alguns cravos... coloque nos cantos que as formigas passam.
No início, parece que não acontece nada... Mas elas desaparecem em pouco tempo!
Vamos tentar o limão com cravos lá no parque também...
Um abraço.
Angela

Maritza disse...

Olá,Angela!
Fico ansiosa,para visitar este blog,acompanho tuuudo e fico torcendo para que chegue logo a quinzena,para ter notícias dos "Gatos
Encantados."
É muito bacana,tudo muito bem escrito é uma delícia fazer essa leitura e ficar atualizada sobre coisas que são feitos com AMOR.
Parabéns!

Angela Belluomini disse...

Olá, Maritza.
Muito obrigada pela visita e por acompanhar o projeto!

(principalmente, obrigada pelo "muito bem escrito"!!! rsrs)

Apesar das angústias que passamos, é um dia feliz quando vamos ao Parque. Amamos cada um daqueles gatos.
Ficamos felizes em vê-los de longe, fugindo da gente... rs

E, pra ser sincera, poucas vezes me senti tão útil na minha vida.

Tenho dúvidas se o Projeto Gatos Encantados é melhor para os gatos ou para mim.
Acho que me tornei uma pessoa melhor graças a eles.

Um beijo e muito obrigada.