22 de mai de 2010

Gatos Encantados – Na Santa PAZ...

Hoje, 22 de maio, fomos ao Parque.

Era dia de levar ração (obrigada ao nosso benfeitor!).

Ração do mês

Mal o carro apontou no QG (Quartel General) da “tia Sônia”, os gatos vieram ao nosso encontro. Já nos acostumamos com isso,,, Mas sempre achamos muito bonitinho!!!

Descarregamos o carro (75 quilos, pois 25 quilos são para os gatos da Cidade Fantasma) e corremos pra preparar o banquete. Afinal, eles AMAM esse momento (e nós também!).

O pretinho com a ponta do rabo branca estava por lá... Lindo, gordinho a beça e sem nenhum indício de parasitas... Resolvemos não aplicar o Profender. Achamos melhor não mexer em time que está ganhando...

Pretinho com a ponta do rabo branca... gordiiinho!

Patynho está lindo! Engordando e só tem um machucadinho de nada na orelhinha... Nem dá pra ver direito. Ele é muito lindo!

Patynho em dois tempos: close para mostrar o machucado na orelhinha e foto de corpo inteiro mostrando toda sua "belezura"!!!


Vimos a Sialata... de longe, mas vimos. Ela veio “lanchar” mais tarde... rs

E vimos o sialatinha também... Mas ele não fica nem um segundo perto da gente. Se respiramos, ele foge! Que dirá quando montamos a armadilha... Ele desaparece! Deixamos a armadilha no parque para que a tia Sônia tente capturá-lo.

Gato preto com a ponta do rabo branca no colo!!!!!!!!!!!

Depois do banquete, o descanso (antes do banquete, também hehehehe)

Aí fomos para a Cidade Fantasma. Sempre que estamos entrando lá, o coração fica apertado. Eles são tão sozinhos...

No meio do caminho, passamos pela “casa” do Vaquinha Miador. Só o vimos de longe e deixamos um potinho de ração, com a promessa de voltar, claro!

Mal o carro apontou na Cidade Fantasma, vimos a Mãezinha, o Vaquinha-Pai e o Laranjinha. Logo depois, PPA APARECEU!!!!! Como estão lindos os gatos de lá! Estão gordinhos e parecem bem a vontade, apesar da solidão.

Servimos o banquete rápido... Tínhamos que “desligar” a sirene do Laranjinha.
É bonitinho... Mas dá um desespero na gente... rsrs Parece que ele nem respira!

Os três mosqueteiros que são quatro

Hoje, a Sônia levou uma balança digital pra gente pesar a ração que a gente deixa lá, pra poder fazer um cálculo do consumo e termos uma idéia mais concreta da quantidade de gatos que comem lá.
Pelas nossas contas (mais exatas agora), são ONZE gatos. O que nos alegra demais!
Deixamos apenas os comedouros grandes cheios. O pequeno nós guardamos. Pois verificamos, pelas sobras, que ele não é necessário por enquanto.

Bem, limpeza feita, Cafofo arrumado, colocamos 2 caixas enormes de papelão no “quarto” que esqueci de fotografar (o está esfriando e gatos adoram caixas, né?), voltamos ao Parque.
Lá, perto da grade da Cidade Fantasma, vimos a Cor de Rosa. Colocamos um Whiskas Sache pra ela.

Tigrada cor de rosa de looooonge

Fomos procurar a Escaminha e seus filhotes. Nem sombra deles... Mas tivemos notícias. Alguns funcionários e o dono de um dos quiosques diz que eles sempre aparecem no final do dia. Claro que eu e Sônia já combinamos de irmos lá um dia nesse horário.
Deixamos ração ali perto de onde fica a família Escaminha.

Aí, com toda a “missão” cumprida, fomos atrás do Vaquinha Miador.

Sônia estava aflita para vê-lo. Pois foi ela quem acompanhou toda a história dele. Quem ficou com ele... quem o “amassou”... Enfim, quem mais se envolveu com ele.

Começamos a chamá-lo e logo ouvimos o miadinho. Ele sempre responde quando é chamado.

Logo ele apareceu, mas ficou de longe. Acho que por minha causa... Pois bastou eu ir até o carro buscar um sache, pra ele ir para o colo da Sônia!

Ele realmente é muito dócil. Enquanto a gente conversa com ele, mesmo de longe, ele fica “amassando pãozinho” no chão e miando... É de cortar o coração deixá-lo lá.

Coisinha mais gostosa!!!!!!!!!!!!


Estamos desconfiadas que o “companheiro” dele é o Sialatinha que ainda não castramos. Pois o vimos se esgueirando por ali.

Bem, colocamos Whiskas Sache para o Vaquinha Miador e ele comeu feliz da vida.

Resolvemos dar o nosso dia por encerrado.

Estamos planejando, na próxima vez, ir de tarde. Temos que tentar capturar a Família Escaminha. E isso só será possível no final do dia.

Foi um dia de PAZ. Saber que todos os gatos estão bem, pra mim e pra Sônia, é tranqüilizador.

6 comentários:

CeliaAlma disse...

Conheci hoje o vosso blog, queria dar-vos os parabéns elo que fazem e ela emoção que passam para nós. Abraço do tamanho do atlantico para que chegue para todos os bichos que contam convosco. Bem Hajam.

Sônia Schmidt disse...

Obrigada pela visita ao blog. O projeto é, realmente, emocionante para nós e tentamos passar isso para as pessoas.

Patrícia disse...

Como é difícil deixar esses mansinhos lá, né :(

Sônia Schmidt disse...

Muuuuito difícil, Patricia!

Ana Paula disse...

LINDOOOOOOOOOOO!! É tão maravilhoso saber q vcs existem na vida desses anjinhos... pretendo em breve conhecer a tds.
bjss meninas. Continuem c seus caminhos ilumidado por esses anjos! Ana P. Petrópolis.

Sônia Schmidt disse...

Venha, Ana Paula!!!!!!!!!!