31 de jan de 2009

Volta ao lar... Prateada voltou pra "casa"!

Pessoas,
Hoje, fomos levar a Prateada para casa...

Quando chegamos na clínica, ela já estava na caixinha de transporte.
Cheguei perto da caixinha e fui recebida com uma dezena de FSSSSS (Ô gatinha mal humorada!).
O veterinário nos contava que ela foi a gata mais difícil que ele já operou! Optou por usar fio absorvível para não ter que tirar os pontos!!! ( um poço de mau humor, a danadinha!)
Peguei a caixinha (com uma "trilha incidental" de FSSS), acomodamos ela no carro e partimos para o parque.
Bastava a gente olhar para a gatinha e novos FSSSS eram ouvidos... rs Decidimos não olhar mais para ela! rs

FSSSSSSSSSSSSS para vocês!!!!!!!!


Chegamos no Parque e fomos para direto para o lixão do Campus para soltar a nossa mal humoradinha.

Antes de abrir a caixa, ouvi outra sessão de FSSSS. Abri a caixinha e ela saiu correndo para o cantinho dela! Feliz da vida com a volta ao "lar".

E nós, com o coração apertado por acharmos que todos os gatos merecem um lar de verdade... Mas com a sensação de dever cumprido!

Estava muito calor e só vimos o Pequeno Pentelho Amarelinho... e de passagem.

Já estavam alimentados pela funcionária do Campus e, com aquele calor todo, só eu e Sônia para perambular por lá, né?

Rumamos para dentro do parque...
Nenhum gato a vista!
Todos super espertos, estavam bem protegidos do calor.

Então, resolvemos (quer dizer, a Sônia...) telar o teto do nosso gaiolão enquanto esperávamos baixar o sol.

Nesse meio tempo, alguns dos gatos do território da tia Rô começaram a "dar as caras".
Devidamente alimentados, deitavam na sombra e nos observavam. (queria muito saber o que eles pensam de nós...)

Tentamos resgatar alguns filhotes que apareceram por lá... São três gatinhos. Um sialatinha, um tigradinho e um pretinho, que ficam num galpãozinho perto da tia Rô...
Mas só vimos o sialatinha, que se escondeu rapidamente de nós.

Decidimos dar uma volta a pé pelo parque para ver o nosso "feito"...
Um sol de rachar... um calor de matar, e eu e Sônia caminhando... só nós mesmo...

E, durante o passeio, armadas com máquina fotografica, encontramos diversos gatos já castrados... e não vimos nenhum sem marquinha na orelha!

Um tantão de gatos castrados!!! O resto estava escondido, pois o sol estava de rachar!!!


Bem... não conseguimos capturar nenhum gato! Nem com peixe fresquinho...
Mas isso tem um significado super positivo!
Não temos mais tantos gatos "disponíveis" por lá! E, a cada dia, vai ficar mais dificil capturarmos!

A colônia está CONTROLADA!

Isso é motivo para festejarmos... e estamos em festa!

Tiramos muitas fotos e fomos embora... Com as mãos abanando, claro, mas com o coração cheio de felicidade...

Vimos quase todos os "nossos" gatos!

Todos estão bem... alimentados, castrados e aproveitando todo o espaço e natureza a que têm direito no parque.

Lembro que, quando começamos, recebemos algumas críticas (e até algum descrédito de que conseguiríamos) sobre castrar os gatos e levar de volta para o parque...
Que o correto seria conseguir um lar para cada um deles...

Mas como conseguir lar para tantos gatos adultos e ferais?

Como entregar um gato que, possivelmente, nunca se adaptaria a viver com humanos? O que faríamos? Nada?

Optamos pela castração e o retorno ao "habitat natural" deles... e hoje, temos absoluta certeza que fizemos (e estamos fazendo) a coisa certa!

Lá estão os nossos castradinhos... Vivendo onde sempre viveram, onde conhecem os perigos e confortos... Onde se sentem seguros e "em casa"...

O projeto Gatos Encantados, pra nós, é um grande orgulho...

Estamos especialmente felizes hoje!

Claro que ainda temos muito trabalho a fazer lá... sabemos disso!
E vamos até o fim!

Mas hoje, com a dificuldade em capturar gatos, vimos que nosso "projetinho" está dando certo!

Agradecemos a todos que nos apoiam, que nos ajudam, incentivam e acreditam em nós.

Nunca poderemos agradecer o suficiente... nem os Gatos Encantados...

Sem o apoio de cada um de vocês, nada disso estaria sendo possível!

Nenhum comentário: