31 de jul de 2011

Gatos Encantados – Tudo em PAZ!

Ontem, 30 de julho, fomos ao Parque.

Passamos na Petshop para comprar 75 quilos de ração para as próximas duas semanas e partimos para encontrar os Gatos Encantados!

Decidimos ir direto para o Parque. Andamos apreensivas com os passeios de alguns gatos do Reduto e é bom ver logo se está tudo bem, né?

Primeiro, passamos na Frente do Parque para deixar os pacotes de ração e vimos o Júnior e Cabeção. O Branquinho não estava por lá, apesar do segurança dizer que ele estava por ali mais cedo.

Deixamos a ração e avisamos aos “meninos” que voltaríamos com o Banquete mais tarde.

Assim que chegamos ao Reduto, os gatos vieram ao nosso encontro: Patynho, Gooordo, Mamãe da Filhota, Pancinha, o Pretinho que só come ração seca (precisamos dar um nome pra ele, né?), Linda Irmã... Filhota apareceu minutos depois e Sophie desceu da janela da sala (onde ela “mora”).

Pretinho que só come ração seca

Linda Irmã - essa gata é um escândalo!

Gooordo


Mamãe da Filhota e Filhota da Mamãe - sempre juntinhas

Patynho

O barulho de Sophie pulando na caixa de incêndio soou como música nos nossos ouvidos. Fazia tempo que ela não fazia isso e saber que não teríamos que procurá-la foi uma alegria!

Fui preparar o Banquete com a minha assistente principal e Sophie correu pra ajudar! Também estávamos com saudade disso!

As ajudantes de cozinha: Filhota e Sophie

Sophie enfiou a cara (literalmente) na comida!
Sophie e seu miado - Nhéééé

Sophie no colinho

Linda Irmã, dessa vez, chegou a dar uma tímida enroscadinha nas minhas pernas!!! Fiquei emocionada!

Patynho, Mamãe da Filhota, Pancinha e até a Linda Irmã rolaram feito um “croquete” de alegria! Pena que nós não podemos fazer a mesma coisa!

Banquete servido

Eu adoraria que eles soubessem como ficamos felizes por vê-los bem!

Banquete pronto e servido, preparei o Banquete da Colônia Tigrada e fomos levar até eles.

Quando chegamos lá, só a Trairinha apareceu. Um pouco depois, surgiu a Sialatona e o outro gatinho do Quiosque. Aos poucos, outros gatos foram chegando. Mas nem todos apareceram.

O esquema de colocação de comida está dando super certo e eles estão sempre de barriguinha cheia. Por isso, eles não vêm mais correndo como antes.

Os Tigrados e a Sialatona

De repente, o tal gato preto e branco apareceu! Ficou de longe... Mas, dessa vez, conseguimos fotografá-lo! É lindo!

Gato "visitante"

Mas não é gato de lá... Achamos que ele veio de outras “bandas” e descobriu que ali ele teria comida sempre e foi ficando...

Já estamos nos programando para capturá-lo.

Sialatona deve ter percebido que sentimos saudades do Bebê, que nos acompanhava por todos os cantos, e tomou o lugar dele!

Fica se enroscando nas nossas pernas e, quando voltamos para o Reduto, vai nos acompanhando, como o Bebê fazia! Uma gracinha!!

Sialatona agora fica se enroscando nas nossas pernas

E assim foi! Quando fomos embora da Colônia Tigrada, Sialatona foi atrás de nós, fazendo graça o tempo todo!

Estava tudo tão bem lá... Todos os gatos gordinhos, tranqüilos... Ficamos felizes!

Preparei, então, o Banquete dos gatos da Frente do Parque e chegou a hora de ir embora.

Nessa hora, sempre ficamos um pouco tristes... Pois a cena que vemos na nossa saída, são os gatos deitados no pátio nos olhando ir embora... Os olhinhos vão acompanhando atentos todos os nossos movimentos.

Tenho a impressão que não devem entender o porque de irmos embora. Meu coração sempre aperta.

Mas vê-los ali todas as semanas, é reconfortante.

Eu e Sônia não vemos a hora de começarmos a tirá-los do Parque. Saber que terão assistência TODOS OS DIAS é algo que nem conseguimos imaginar direito! Afinal, são quase quatro anos de incertezas. E termos essa tranqüilidade ainda é algo totalmente desconhecido para nós!

Saber que todos os finais de semana, quando os visitarmos, estarão todos lá! Juntos, e cuidados! Dá pra imaginar o que isso significa para nós? Acho que nem nós sabemos ainda! Rs

Bem, na Frente do Parque, Júnior e Cabeção estavam de plantão nos esperando com o Banquete! Eles estão lindíssimos! Gordinhos e com a pelagem brilhante!

Júnior flagrado tomando banho


Servi o petisco e eles se fartaram.

Branquinho não apareceu. Como é surdo, não adianta a gente chamar. Mas o segurança nos garantiu que ele está lá de manhã cedo e no final da tarde todos os dias.

No Clube da Luluzinha, só Melancia estava presente. Mas, quando o Banquete foi servido, a Sandy apareceu, de repente, e atacou o pote!

Melancia

Sandy apareceu do nada

Gordinha e Pio não deram o ar da graça! Estão de barriguinha cheia também...

Ainda tínhamos que ir na Cidade Fantasma e fomos embora.

Não vimos a Cor-de-Rosa de novo. O consumo de ração foi imenso! Comeram tudinho! Não sabemos mais se são só gatos ou se os gambás descobriam o Cafofo. Não tinha um grão de ração e isso costuma ser coisa de gambá...

A Cidade Fantasma está cada vez mais misteriosa para nós. Lembramos que tinha um gato branco e preto (lembram?) no Parque, mas perto do terreno da faculdade, e achamos que devem ter outros gatos por ali, além da Cor-de-Rosa, da Tricolor Esmaecida (que vemos quase de foram bissexta), Fera do Buraco e a desconfiança da Família da Escaminha. Ou seja, pelas nossas contas, seriam cerca de sete gatos.

Como nunca vemos nenhum, não temos como saber. Isso nos preocupa. Pois na hora das capturas, não temos idéia de como vamos fazer! Mas estamos pensando muito sobre isso.

E, como a Sônia tem que cuidar da Sialatinha, fomos embora depois de reabastecer os comedouros do Cafofo.

Demos uma passada rápida na Cobasi e decidimos dar um presente para a Sialatinha: Compramos uma linda e macia caminha para ela!

Ela AMOU a caminha nova, apesar de nunca ter tido uma! Soube direitinho o que era aquele objeto macio que a Sônia colocou perto dela.

Sialatinha na caminha nova


Deitou-se como uma rainha em sua alcova real e cochilou... Tão linda a nossa guerreirinha... Merece cada segundo de amor e carinho que está recebendo.

Seja como for, Sialatinha (ex-Fujona) querida, essa é a Vida Encantada que queremos dar a todos vocês, viu? Que bom que você está conhecendo um pouco disso e aproveitando as delícias de ser amada.

Seja como for, Pequenina, agradecemos muito por nos permitir demonstrar o nosso amor por cada um de vocês.

Bem... acho que não esqueci nada!

Ah... essa semana já vamos poder encomendar os mourões que fixarão os gradis da Terra dos Gatos Encantados. Acreditamos que em menos de um mês começaremos a transferência dos gatos... Acho que não vou mais dormir de tanta ansiedade!

É mais que a realização de um sonho... É a realização de um IDEAL!

25 de jul de 2011

Gatos Encantados – Altos e baixos, altos e baixos, altos e baixos...


Hoje, 24/07, fomos ao Parque.

Antes, passamos no Humaitá para buscar as duas gatinhas pretas (as que ficavam embaixo da pedra no Parque) para levá-las para sua casa nova.

Muito obrigada pelo Lar Temporário, Mariana!

Isso mesmo!!! Elas foram adotadas juntas!!!

E lá fomos nós. Guiadas pelo super GPS da Sônia, chegamos no Recreio dos Bandeirantes.

Um apartamento teladíssimo lindo, com um lindo e alegre casal e mais alguns lindos gatos.

As pretinhas foram super bem recebidas! Ganharam uma caminha fofa e macia, novinha em folha e chiquérrima. Tinha um enxoval esperando por elas!

Bebeias pretinhas (Shibiu e Shiboca) na casinha nova. Estão no banheiro para que os outros gatos as vejam e elas vejam os outros). O sofá é delas e é lindão! Depois receberemos fotos de família!!!!!!!!!!!!

Uma super-mega-hiper-ultra adoção!!!

Obrigada, Maria Fernanda e Flávio (os novos papais das mais lindas pretinhas do mundo!)

Ficamos muito felizes!

Essas pretinhas ganharam na megasena!

Depois, fomos conhecer um outro casal, no Recreio também, que querem adotar a tigradinha (que ainda está no Lar Temporário).

Outro casal fofo! Adoramos eles!

Uma casa linda e mais quatro gatos lindos!

Mas eles estão com uma gatinha renal crônica e chegamos a conclusão que não é um bom momento para eles adotarem um gatinho. Isso pode estressar a gatinha e ninguém quer que isso aconteça, né?

Vamos torcer muito para que a lindinha fique bem e tenha uma vida longa e feliz... Pois dá pra ver o quanto essa gatinha é amada por eles!

Pretinhas entregues (e super bem entregues), partimos para o Parque. Um pouco mais tarde do que de costume...

Fomos direto para o Reduto.

No caminho, vimos um gato preto e branco. Acho que é o que eu vi semana passada no Reduto. Ele saiu correndo na frente do carro por um longo pedaço da estrada e entrou pela Favelinha do Bebê, indo para o mato. Ele corria tão rápido, que não deu tempo de fotografar.

É um gato lindo e parece estar bem gordinho!

Chegando no Reduto, vieram ao nosso encontro o Gooordo, Filhota, Patynho, o Pretinho que só come ração seca e a Linda Irmã...

Linda Irmã faz jus ao nome!

E como faz!!!!!!!!!!!
Patynho esperando o banquete
Nem sombra da Mamãe da Filhota, Sophie e Pancinha.

Como todos já devem imaginar, eu e Sônia começamos a surtar... Chamamos os gatos e nada!

Comecei a fazer o banquete rapidinho pra podermos percorrer as imediações chamando pelos gatos ausentes.

Claro que Filhota ajudou a preparar o Banquete e servimos o petisco para os outros.

Novidade! Filhota ajudando a preparar o banquete

Nham... nham... nham

Preparamos o Banquete da Colônia Tigrada e fomos até lá.

Os tigrados foram chegando aos poucos... e não paravam de chegar!

Quatro Tigrados e a Sialatona

Mais um Tigrado chegando

Trairinha, Narizinho, Melancia 2 e mais quatro tigrados, além da Sialatona, que decidiu se mudar de mala e cuia pra lá.

Enquanto eles comiam, fui procurar Sophie.

Fui até o portão da casa de show, onde ela estava semana passada. O portão estava fechado e eu quase deitei no chão para chamá-la pode baixo do portão.

E chamei... Sophie!!! Sophie!!! Sophie!!! Sussú!!! Sussú!!! (é o apelido dela!)... e nada.

De repente, ouvi um “Nhé” (esse é o miado de Sophie) do meu lado. Olhei e vi Sophie, sentada ao meu lado e “ouvi” ela pensando: “O que essa doida está fazendo deitada no chão, me chamando lá dentro se eu estou aqui, do lado de fora?”

Peguei Sophie no colo, dei uns bons amassos nela, um monte de beijos e levei ela pra Sônia dar umas apertadas também.

Existe coisa mais linda que Sophie?

Sophie participou, como convidada, do Banquete da Colônia Tigrada.

Sete Tigrados, Sophie e Sialatona

Narizinho, que andava sumida, Sophie e Sialatona


A Sialatona deu um show de cabeçadas em pernas. Nós fizemos filminhos! E descobri que a Sialatona sabe desenhar o número OITO como poucos gatos!

Sialatona e o OITO na Angela

Sialatona e o OITO na Sônia

Com Sophie a tiracolo, voltamos ao Reduto... um pouco tristes... afinal, em quase quatro anos, seria a primeira vez que não íamos ver a Mamãe da Filhota. Não veríamos Pancinha...

Mas a vida nem sempre é malvada, né?

Eis que, do nada, surge a Mamãe da Filhota... atrasadíssima para o Banquete. Ainda bem que a mesa é farta! Tinha bastante petisco lá.

Mamãe da Filhota

Logo depois, Pancinha chegou toda faceira e atacou o Banquete também!

Pancinha está aí no meio dos pretinhos, assim como o Pretinho que só come ração seca, o Gooordo, Sophie e Mamãe da Filhota (a estranha no ninho)

Ficamos aliviadas e felizes!

E partimos para a Frente do Parque, com Banquete em punho!

Só o Júnior apareceu pra gente. O Segurança disse que o Branquinho e Cabeção estavam lá pouco antes de chegarmos.

Júnior, o solitário!

Servimos o Banquete pra todos de qualquer jeito...

No Clube da Luluzinha, foi uma grata surpresa! Vimos as quatro meninas!

Melancia, Sandy, Pio e Gordinha. Todas lá! Lindas e bem gordinhas. Aliás, gordinhas demais para os padrões da moda atual!

Melancia

Gente!!! Sandy está gordinha!!

Pio e Gordinha

Gordinha

Saímos do Parque e fomos para a Cidade Fantasma. Já era de tardinha e corremos para repor a ração do Cafofo, antes que escurecesse (não tem luz lá).

O consumo foi total! Comeram TUDO!

Enchemos os comedouros, trocamos a água, chamamos a Cor-de-Rosa (que não apareceu de novo) e nos preparamos para ir embora.

Na saída, vimos a Fera do Buraco em cima do muro! Ela está absurdamente linda! Gordinha, com a pelagem maravilhosa e, claro, sem a menor vontade de se aproximar da gente.

A Fera do Buraco!!!!!!!!!!!! Quantas saudades!!!

Tentei tirar fotos dela, mas ficaram péssimas! Pouca luz e muita distância. O ambiente perfeito para uma foto ruim!

E fomos embora... Sabendo que essa aflição está com os dias contados! Não demora e a Terra dos Gatos Encantados fica pronta e poderemos ter paz e tranqüilidade para os gatos e para nós (que merecemos, né?).

A parte triste, fica por conta da nossa pequenina Sialatinha. Ela não está bem como gostaríamos que estivesse.

Sialatinha não come mais sozinha. Sônia força alimentação, mas ela aceita bem e, por isso, achamos que ela ainda está lutando!

E enquanto a Sialatinha lutar, lutaremos junto com ela!

As nossas emoções sendo testadas a cada minuto. Momentos de felicidade, momentos de apreensão, momentos de euforia, momentos da mais profunda tristeza, momentos de incertezas... E estamos descobrindo que somos resistentes. Nossos corações estão fortes...

17 de jul de 2011

Gatos Encantados – Mas eis que chega a Roda Viva...

Temos um relato triplo!!

Hoje, 16/07, fomos ao Parque.

Passamos na Cidade Fantasma e o único sinal de vida lá é o consumo de ração. Não aparece nenhum gato por ali. Nem a Cor-de-Rosa aparece mais pra gente.

Porém, uns oito gatos devem comer no Cafofo.

Reabastecemos os comedouros, o bebedouro, passamos uma vassoura no chão e fomos para o Parque.

Levamos 75 quilos de ração para as próximas duas semanas.

Durante a semana, soubemos que uma gatinha tigrada, ainda filhote, foi encontrada por lá.

Não é uma gatinha nascida no Parque. Deve ter sido abandonada lá e queríamos ver se já poderia ser castrada.

Mas antes, fomos cuidar dos nossos Encantados mais “antigos” e fomos primeiro para o Reduto!

Como sempre, os gatos vieram correndo ao nosso encontro!

O Gooordo, como o Chacrinha, veio “balançando a pança”, Mamãe da Filhota correu para rolar no chão feito um croquete, Patynho “croquetou” também.

Mamãe da Filhota

Gooordo
Patynho

Aliás, foi um dia de croquetes!

Até Sialatona e Pancinha fizeram graça rolando no chão!

Logo depois, chegaram Linda Irmã, Filhota (que veio num pinote danado, sabe-se lá de onde!) e o Pretinho que só come ração seca.

Pretinho que só come ração seca

Sophie, agora é um capítulo à parte... Não apareceu de novo!

Mesmo sem Sophie no Reduto, fui preparar o Banquete.

Filhota logo se apresentou para ajudar, enquanto os outros miavam reclamando da minha lerdeza. E, de repente, a Sialatona, num movimento “ninja”, subiu pelo lado da mesa, se equilibrou na beiradinha da prateleira de baixo da mesinha, se esticou toda e atacou o Banquete antes da hora!

Sialatona ninja

A cena foi engraçada! Mas, depois que a Sônia tirou as fotos, ajudei ela a subir direito na mesa... rsrs

Servimos o Banquete para os gatos e Sônia ensaiou carinhos na Linda Irmã... quer dizer, ensaiou como pegá-la pelo cangote! E ela deixou!!

"Test drive" para a captura da Linda Irmã. Acho que vai ser fácil!!!

Banquete

Mas isso terá que ser feito enquanto ela come. Pois depois que a Linda Irmã está com a barriguinha cheia, não temos idéia pra onde ela vai.

Preparei o Banquete da Colônia Tigrada e fomos levar lá.

Tínhamos esperança de encontrar Sophie, como na semana passada.

Chegamos lá fazendo barulho...

Mas poucos Tigrados apareceram. Somente a Trairinha (que mordeu a Sônia hoje!) e mais dois Tigrados.

Um tigre, dois tigres, três tigres

Enquanto eles comiam, resolvi dar um passeio para ver se encontrava Sophie.

Mas que nada... chamei, chamei... e nem sinal de Sophie.

Até que, voltando pra perto da Sônia, passei pelo portão (aberto) da casa de show e decidi entrar (mesmo sem ser convidada...).

Aí, vi um gato preto, circulando em volta dos funcionários da casa de show enquanto eles ALMOÇAVAM!!!!

Chamei “SOPHIE”... e não é que era ela? Veio correndo na minha direção, bem faceira, com a maior intimidade com uma moça da limpeza e com os rapazes da manutenção!

Eles chamavam ela de Pretinha... Agora, já sabem o nome dela!

Fui saindo da casa de show, chamando e ela veio andando atrás de mim... ora corria na minha frente, ora ficava pra trás. Mas atendeu ao chamado o tempo todo. Sônia ficou toda boba com Sophie por perto!

Sophie!!! Absoluta!!!!!!!!!!!!!!!! (ps Sônia - eu bem chamei de Sophia da P... de tanta raiva que fiquei)

O rapaz da casa de show que me avisou da gatinha filhote tigradinha, trouxe ela para nos mostrar. Uma coisinha muito linda! Deve ter uns 3 meses, tigradinha escura e com a pelagem média (quase longa).

Mini Tigradinha comendo

Doce e carinhosa... Mas muito pequena para castrar.

Com o coração nas mãos, pedimos que o rapaz tomasse conta dela até que pudéssemos levá-la para castrar. Deixamos ração com ele.

Acreditamos que isso acontecerá em 3 ou 4 semanas.

Queríamos muito tirá-la do Parque. Mas não temos para onde levá-la. Os três bebês que estavam na casa da Sônia foram para um Lar Temporário (obrigada, Mari!), para dar o lugar para a Sialatinha.

Se alguém puder fazer Lar Temporário para essa linda Tigrinha por 4 ou 5 semanas, ficaremos eternamente gratas!

Bem, pegamos Sophie no colo e voltamos para o Reduto.

Ao chegarmos lá, os gatos estavam deitados pegando um solzinho e eu vi, de longe, um gato comendo o Banquete. Não era nenhum gato conhecido!

Parecia um gato preto e branco, de pelagem curta (parecido com o Bebê... com capa preta!). Mas antes que eu pudesse me aproximar, ele fugiu numa rapidez absurda e não deu tempo de ver muito mais que isso!

Preparei o Banquete dos gatos da Frente do Parque, fizemos alguns carinhos nos que se deixam acariciar e fomos embora.

Na Frente do Parque, fomos recebidas pelo Júnior e Cabeção. Eles gostam da gente! Cabeção rola no chão de alegria. Júnior é mais discreto...

Júnior - ô gatinho fotogênico!


Cabeção e Júnior


O Branquinho não estava lá. Perguntamos ao segurança e ele disse que não o vê há alguns dias... Mais uma notícia ruim... Por onde andará o Branquinho?

É tão angustiante isso! Nos sentimos andando numa corda bamba. Os nervos à flor da pele...

A Terra dos Gatos Encantados ainda deve demorar um mês (ou um pouco mais) pra ficar pronta e isso nos parece uma eternidade... Cada vez que vamos lá e não vemos um dos gatos, ficamos muito aflitas. É como se o “jogo” estivesse acabando e nós não pudéssemos fazer NADA...

Enfim... essa é uma outra história...

No Clube da Luluzinha, eu vi a Sandy e a Pio. Sandy saiu correndo, mas a Pio ficou deitadinha na sombra de uma árvore...

Pio na sombra


Bem, servimos Banquete para todos, pedimos que o segurança nos dê notícias do Branquinho, no caso dele aparecer, e fomos embora com o coração apertado com a falta de notícias de alguns, alegres por termos notícias dos outros.

Mas combinamos com o segurança que NÃO coloque comida pra eles no domingo de manhã. Pois com a barriguinha cheia, alguns gatos não aparecem pra gente. Quem sabe se, com fome, eles não vêm ao nosso encontro?

E esse foi o nosso dia no Parque.


TERRA DOS GATOS ENCANTADOS

Domingo, 17/07, fomos para Araruama ver a nossa obra.

Tivemos quase duas semanas de chuvas lá e isso atrasou muito a construção do segundo cafofo e a finalização do primeiro.

Mas o cafofo de trás já está até com telhado!

Cafofo de trás quase todo prontinho - ainda será feito todo o acabamento e vedação dos espaços.

As portas novinhas só esperando a colocação!!
O outro cafofo já está com a fundação pronta. Essa semana as paredes serão levantadas e já compramos as telhas, o piso, as portas e a tinta!

Início da construção do cafofo da frente. O projeto original foi alterado por 2 motivos:
1 - Não queremos que o gatil fique perto do muro da frente, para não haver risco de jogarem coisas;
2- No meio do caminho tinha uma cisterna desconhecida. Então, essa área terá que ficar livre.


Falta comprar os mourões, o alambrado e as pedras do quintal. Ainda falta, também, definir a localização ideal para o banheirinho deles.

Estamos torcendo muito para a obra bem rápido e podermos começar a levar os gatos para lá. Pois nossos corações estão cansados dessa montanha-russa emocional...

SIALATINHA

Sábado, 16/07, fomos visitar a Sialatinha de tarde, na volta do Parque.

Soubemos que ela não comeu direito durante o dia e recebeu alimentação forçada.

Levamos um sachezinho e ela tomou todo o caldinho! Comeu uns poucos pedaços e alguns grãos de ração seca que a Sônia jogava no chão da gaiolinha.

Aceitou carinhos, mas reclamou um pouco antes, como sempre!

Domingo, 17/07, fomos visitar a Sialatinha de manhã, antes de irmos para Araruama.

O resultado do hematócrito não foi animador. As taxas abaixaram... o que pode significar que a medula da Sialatinha está comprometida.

Ainda assim, ela aceitou os carinhos (depois de reclamar um pouco). Colocamos sachezinho e ela apenas lambiscou o caldinho. Mas comeu alguns grãos de ração seca que a Sônia jogou no chão da gaiolinha! Ela parece gostar dessa brincadeira.

Achamos que estamos perdendo a nossa Sialatinha Fujona. Isso nos corta o coração.

Hoje, Sônia vai levá-la para casa. Ela vai ficar lá, até quando der...

Sialatinha no seu último dia na clínica. Agora, veio para a "Cat Caverna"


Vai ter vida de princesa: receber muito carinho e atenção.

Sônia e André, nem sei o que dizer...

Mas vamos tentar nos manter equilibrados nessa corda bamba emocional. Sei que a pior parte vai ficar com vocês, mas estarei à disposição a qualquer hora, viu?

E esse foi o nosso final de semana... Grandes preocupações, grandes angústias... entremeadas por pequenas alegrias.

Momentos muito tristes... Momentos alegres (ver os outros gatos bem nos deixa felizes!)...

Um momento feliz é ver o Bebê, na sua casa nova... gordo, amado e feliz!

Bebê está lindo!!!! E isso é festa para os nossos corações!!!

Adivinhem quem é essa belezura? Bebê!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


E, como diz a letra da música:

“A gente vai contra a corrente
Até não poder resistir
Na volta do barco é que sente
O quanto deixou de cumprir
Faz tempo que a gente cultiva
A mais linda roseira que há
Mas eis que chega a roda viva
E carrega a roseira pra lá...”

(Chico Buarque)