29 de jan de 2011

Gatos Encantados – Lindos... e eu me sinto enfeitiçada!

Hoje, 29/01/11, fomos ao Parque.

Mais um dia com visitantes ilustres!

Quer dizer... A Noêmia já é uma Encantada, né? Nem podemos mais chamá-la de visitante... rs

Mas hoje, os Gatos Encantados receberam uma visita Interestadual!

A Cláudia Valente, “mãe” do gatão Balthazar e da gatona Abigail (ambos com o Valente no sobrenome), foi conhecer os Gatos Encantados!

Achamos que ficou encantada...

Um calor de rachar, sol escaldante, lá fomos nós...

Passamos primeiro na Cidade Fantasma. Lá é tudo muito rápido. Os gatos que se alimentam no Cafofo dificilmente aparecem para nós e, com o calor que estava fazendo, nem tivemos esperança deles darem as caras.

O consumo de ração não foi maior que o esperado. Nada de novo por lá...

Limpamos o Cafofo, reabastecemos o comedouro, trocamos a água e partimos para o Parque.

Como sempre tenho que dar a volta na entrada do Parque para pedir que abram o portão, tenho o privilégio de ver os gatos da Frente do Parque antes de todo mundo!

E lá estavam o Branquinho, dormindo como uma pedra (pedra mesmo... é surdo!) e a Cabeçã. Tirei fotos bem bacanas dos dois!

Branquinho dormindo como uma pedra... ô vidinha mais ou menos!!!

Portão aberto e fomos direto para o Reduto. Claro que demos uma paradinha na Favelinha do Bebê. Chamamos ele... e nada! Bebê está se especializando em nos deixar angustiadas.

Mas ouvimos um miadinho ao longe, que parecia vir de perto do Reduto.. e decidimos ir ao encontro dele.

No meio do caminho, aproveitando a sombra de um poste, estava o Bebê!
Sentadinho na sombra, esperando que nós passássemos e déssemos uma carona pra ele!

Como Bebê é o dono de todos os corações, claro que o resgatamos no meio do caminho e ele foi de carona até o Reduto. (imagina se a gente ia deixar queimar aquelas almofadinhas tão fofas!!!)

No Reduto, todos os gatos vieram ao nosso encontro! Eles ficam felizes quando a gente chega e demonstram isso da forma mais bonitinha possível!

Preparei o Banquete, com a ajuda da Filhota, Bebê e Sophie, com um fundo musical de miados aflitos (por causa da demora).

Foi uma festa! Todos os gatos estavam lá!

Sophie, Filhota da Mamãe, Mamãe da Filhota, Bebê, Gooordo, Pancinha, Pretinho que só come ração seca, Linda Irmã (cada vez menos desconfiada), Sialatinha (um pouco menos desconfiada), Sialatona e Patynho!

Filhota da Mamãe
Sophie, a absoluta!
Bebê e o gato que só come ração seca em momento "só love".

Quem será? Adivinhem! O Gooordo, claro!!!!
Linda Irmã
Sialatona lambendo os beiços

Comeram bastante. Mas foi por gulodice, pois os comedouros tinham bastante comida.

Banquete... Linda irmã e a Sialatinha não têm mais a menor cerimônia!

Preparei o Banquete da Colônia Tigrada e fomos pra lá. Não levamos o Bebê. O calor estava muito grande e achamos que, se ele quisesse ir, nos seguiria até ganhar um colo. Mas ele não nos seguiu. Preferiu ficar na sombra...

Apareceram seis gatos na Colônia Tigrada. Trairinha deu o seu showzinho de sempre, se esfregando em todas as pernas possíveis!
O outro gatinho do Quiosque também estava lá... Narizinho, Melancia 2 e mais dois Tigrados.
Os Tigrados papando...

Sônia e Noêmia babando!

Eles também ficam felizes com a nossa chegada. É engraçado, porque os gatos vêm de todos os lados! E nós ficamos feito bobas, gritando: “mais um”... “Olha o outro lá”...

Ficamos ali por algum tempo e, depois de comer bastante, eles foram se recolhendo. Alguns ficam por ali, fazendo a sesta e outros vão para os seus cantinhos prediletos, longe dos nossos olhos.

Sesta depois do banquete

Aí, voltamos para o Reduto!

E, cadê o Bebê?? O especialista em causar aflições não estava lá!

Chamamos, fomos até o brinquedo onde ele, as vezes, se esconde... e NADA!

Resolvi ir até a Favelinha. Ele poderia ter voltado pra lá... mas e chão quente?
Ele chegaria tão longe queimando as almofadinhas?

No meio do caminho, ouvi um miado! Ouvi um miado no meio do caminho!

Bebê estava em cima da mureta que cerca todo o muro do Parque, no meio do caminho.

Eu o peguei no colo e o levei de volta ao Reduto! E ele passou de colo em colo... rs

Bebê no colo da Cláudia

Noêmia levou um Banquete para nós também e estendemos uma canga na única sombra disponível, sentamos para fazer um pic-nic na melhor companhia do mundo: GATOS!

Pic-nic com os Gatos Encantados é sempre uma aventura e uma lição de socialismo. Pois temos que socializar o nosso lanche com alguns deles.

Os nossos “sócios” no lanche eram Sophie, Bebê, Gooordo, Filhota e Mamãe. Sendo que a Filhota, antes de se juntar ao pic-nic, matou as saudades da minha bolsa.

Bebê e sua sócia, Noêmia

Bebê no colo da Angela

Sophie e Bebê abusam do charme e roubam na cara dura os nossos sanduíches. Nem esperam os pedacinhos! Dão dentadas quando vêem um sanduíche ao alcance de suas boquinhas.

Gooordo, Filhota e Mamãe são mais educadinhos... esperam ganhar as suas partes.

Patynho, tímido, ficou de longe e a Sônia levou pedacinhos até onde ele estava!

Bebê “filou” alguns colos, cochilou no colo da Noêmia, no meu... ele se farta de colo e afagos!

Sophie debaixo das pernas da Cláudia (olhem que show de tatuagem!!!)

Depois de nos alimentarmos com o que os gatos nos permitiram comer, fui preparar o Banquete dos gatos da frente do Parque.

E, após mais afagos nos gatos que permitem, fomos embora. Claro que sempre dá um nó na garganta na hora de ir embora...

Na Frente do Parque, vimos de relance a Pio e Melancia. Mas não se aproximaram! Deixamos os Banquete do Clube da Luluzinha para ser comido na hora que quisessem.

No Clube do Bolinha, estavam Júnior, Cabeçã e Branquinho.

Cabeçã e Branquinho não se fazem de rogados. Atacam o Banquete com vontade! Júnior, não tão dado, ficou de longe... Mas, certamente, ia comer depois que nós saíssemos.

Júnior camuflado
Cabeçã e Branquinho também em momento "só love"

Ah... a Cláudia passeou um pouco pelo Parque comigo e vimos os dois gansos que ainda moram lá! Eles estão bem e cada vez mais bonitos!

Os gansos


Cláudia, esperamos que o nosso dia tenha sido encantador pra você, viu?

Voltamos cansadas, suadas e felizes! Pois sempre é muito feliz ver os Gatos Encantados bem!


22 de jan de 2011

Gatos Encantados – Porque hoje é SÁBADO...

Hoje, 22/01/11, fomos ao Parque.

Fomos primeiro na Cidade Fantasma para pegar alguns apetrechos, limpar, reabastecer os comedouros e pegar alguns galões de água. No Parque não tem mais água na torneira.

Na Cidade Fantasma é tudo mais rápido. Os gatos que se alimentam lá não dão as caras pra gente mesmo... rs

O consumo de ração foi menor que na semana passada. Mas, como não sabemos quantos e quais gatos se alimentam lá, nada mais nos surpreende...

Limpamos, reabastecemos, pegamos nossas “tralhas” (claro que demos uma olhada em todos os cantos) e fomos para o Parque.

Fomos direto para o Reduto. Antes, demos uma paradinha básica na Favelinha e chamamos pelo Bebê... que logo apareceu se espreguiçando (e miando, claro!).



Peguei no colo e demos uma carona de carro pra ele. Bebê adora andar de carro! Vai todo faceiro olhando pela janela (eu seguro direitinho!).

Todos os gatos estavam lá... quer dizer, quase todos...

Mamãe da Filhota, Filhota da Mamãe, Gooordo, Patynho, Absoluta Sophie, Pancinha, o Pretinho que só come ração seca, Linda Irmã, Sialatinha e o Bebê!

Mamãe da Filhota

Todos ansiosos pelo Banquete!

A ajuda da Filhota e do Bebê hoje atrasou um pouco o Banquete, causando um frisson danado!

Filhota da Mamãe e Bebê ajudando a iniciar o preparo do banquete
A sinfonia de miados foi poderosa... Até a Linda Irmã soltou a voz!

Tentei ser rápida... mas Bebê e Filhota gostam de me ajudar e não gosto de rejeitar ajuda...

Queremos banquete!!!

Bebê

Bem, banquete servido e os gatinhos guardaram suas vozes para a semana que vem. As boquinhas se ocuparam em comer o petisco!

Até que enfim!

A novidade do dia foi a proximidade da Sialatinha e da Linda Irmã... Ficaram muito perto de mim enquanto eu servia o Banquete! (fiquei toda boba!).

Sophie não quis banquete (enjoou); então, demos um sachezinho...
... que foi compartilhado pela Sialatinha...
... e pelo bebê!

E, enquanto eles se deliciavam, fui preparar o Banquete da Colônia Tigrada.

Banquete pronto, partimos pra lá. Por causa do sol forte, resolvemos não chamar o Bebê.

Quando estávamos no meio do caminho, ouvimos um miadinho e olhamos pra trás... e lá vinha o Bebê correndo e pulando feito um coelho... Foi direto para uma moita procurando uma sombra. As almofadinhas devem ter ardido com o calor do chão.

Sônia entrou na moita para resgatar o bebê e deu carona de colo até a outra Colônia.

No meio do caminho, fomos “abordadas” pela Sialatona! Ela quicava no chão quente e eu a peguei no colo. Mas acho que ela não gostou muito... pois se debateu um pouco e então, corri com ela até a sombra pra soltá-la num chão fresquinho! rs

Sialatona filando o banquete dos Tigrados
Bebê filando a boia dos Tigrados (esse Bebê come!!!)

Apareceram cinco Tigrados. A Trairinha, Narizinho, o outro gatinho do Quiosque e mais dois Tigrinhos que não têm nome (a Sônia chama um deles de Melancia 2).

Cinco Tigrados

Tigrados papando
Depois do banquete, água fresquinha!
Também quero água fresquinha!
Depois do banquete, mais comida!!!

Logo depois apareceu mais um Tigrinho! Hoje eram seis tigradinhos no Banquete!

Ficamos ali um pouquinho e, de repente, ouvi alguém chamando gatos (psipsipsi)... Levantei e fui ver quem era.

Era um menino de uns 10 ou 12 anos, com o pai. Logo puxei conversa e descobri que eles foram ver um trabalho (para o pai) na Casa de Show.

O Bebê, realmente, não gosta de gente estranha. Estava deitadinho ao lado da gente e, quando eles se aproximaram, saiu correndo de volta para o Reduto (ou Favelinha...).

Conversa vai e conversa vem, eles falaram que tinham cães e gatos em casa e gostavam muito de animais.

Descobrimos que o pai, o Jorge, é um serralheiro/soldador muito jeitoso e bom profissional (Guilherme, o filho, um menino precioso! Educadíssimo e amoroso com os gatos) e já fizemos amizade!

Levamos eles até o Reduto para conhecer os outros gatos e para o Jorge ver a nossa armadilha. Tem muita gente que nos procura pra saber onde compramos, quanto custou...

Enquanto o Guilherme fazia carinho na Sophie, fui procurar o Bebê no mato perto dali. Achei e o trouxe de volta ao Reduto. Ele ficou, mas não estava muito a vontade. Depois relaxou um pouco.

O Jorge teve boas idéias em como fazer armadilhas... Vamos amadurecer essa idéia! Quem sabe não será a solução para os protetores do Rio???

Sônia (Gooordo no colo), Jorge e Guilherme (um fofo esse menino)
Angela, Guilherme e Jorge


Depois que eles foram embora, preparei o Banquete dos gatos da Frente do Parque.

Nos despedimos dos nossos queridinhos e fomos levar os petiscos para os outros gatos.

Hoje o dia foi muito bom na Frente do Parque!

No Clube da Luluzinha, estavam a Gordinha, a Pio e Melancia. E, de relance, vi a Sandy!


Gordinha, Pio e Melancia ao longe
Melancia com zoom (só assim)...
Gordinha com zoom (só assim também)...

Pio com zoom... NEM ASSIM!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



No Clube do Bolinha, estavam o Branquinho, Cabeçã e o JÚNIOR!!!!!

Cabeçã e Júnior
Branquinho (coiso lindo!)

Branquinho sendo acarinhado pelo Guilherme (menino fofo!!!)

Fazia tempo que não víamos o Júnior! Ficamos felizes. Afinal, Júnior foi o gato que nos recepcionou quando fomos lá pela primeira vez levando ração (há mais de três anos!).

Foi um dia tranquilo . O negão e o tigrado com branco que ainda não foram castrados não apareceram. E queríamos tanto tentar capturar pelo menos um deles...

Bem, ficou para uma próxima vez... mas eles não vão escapar. Qualquer hora, a gente pega eles!

16 de jan de 2011

Gatos Encantados – Força aí, bichinhos da Serra!

Hoje, 16/01/11, fomos ao Parque.

Essa semana, estamos todos muito tristes. Com toda essa tragédia que está acontecendo nas cidades serranas do Rio, não existe possibilidade de termos um dia feliz.

Antes de começar o nosso relato de hoje, gostaríamos de lembrar a todos que temos que ajudar o nosso semelhante e ajudar os peludinhos (que estão assustados, com fome, medo, abandonados, machucados...)

Podemos dividir as nossas coisas. Ninguém precisa ter TUDO para ser feliz.
Podemos doar nossas roupas, sapatos, panelas, roupas de cama... Mas lembrem-se que essas pessoas precisam recomeçar a vida.
E, para isso, não doem roupas e sapatos velhos, manchados, puídos... Doem coisas que vocês ainda usariam.

Não dá pra recomeçar a vida sem dignidade. Usando o resto de outras pessoas, não é?

Mas as roupas, cobertores e colchas mais velhinhas podem ser doadas para os animais!
Eles precisam ser aquecidos!
Precisam de alento e um pouco de conforto para diminuir o trauma e a tristeza que estão enfrentando sem entender o que aconteceu.

Não transformem a blusa velha em paninho de limpeza... Doem para os animais!

Potes de sorvete, fundos de garrafas PET, potes que não têm mais as tampas... Essas coisas servem como comedouros e bebedouros para cães e gatos!

Vasculhem os armários! Todos nós temos essas coisas perdidas no fundo dos armários.

Além do que já está sendo amplamente divulgado, os desabrigados precisam de ROUPAS ÍNTIMAS! Quase ninguém lembra de mandar isso!

Lembrem-se que os abrigos dos animais terão que ser reconstruídos... Claro que sabemos que ninguém tem dinheiro sobrando. Mas se depositarmos um pouquinho que seja em cada conta de protetores dessas regiões, será uma grande ajuda!

Várias Petshops estão recebendo doações para os animais. Lembrem-se que não dá pra amar apenas os animais que temos dentro de casa... E apenas lamentar a situação não é suficiente.

Vamos todos ajudar... Humanos e animais! Tudo é VIDA! E todas as VIDAS são importantes.

Bem... Vamos ao relato!

Hoje, a Noêmia foi conosco. Acho que ela “viciou” nisso!

Passamos na Petshop que nos dá um descontinho na compra de ração e íamos comprar um pacote de 25 quilos para levar... e a Noêmia doou mais um pacotão de ração! Uma “gratíssima” surpresa.

Como todos sabem, esse mês não recebemos a doação dos 100 quilos mensais e não sabemos quando (e SE) vamos conseguir regularizar essa situação.

Depois de devidamente autorizadas, podemos divulgar as doações de ração que recebemos esse mês:

- Lêda - mãe da Sônia – 25 quilos
- Noêmia – 50 quilos.

Muito obrigada para as duas... Nossa eterna gratidão!

Da Petshop fomos direto para o Parque. Sempre vamos aos sábados, e nossa preocupação era não terem colocado ração suficiente para os gatos.

Demos uma passada rápida na Frente do Parque para colocar ração para os gatos de lá e vimos a Pio perto do Gatão branco e cinza que ainda não castramos. Colocamos ração perto deles também!
Vimos o Melancia também e colocamos um pouco de ração seca onde ele estava (um pouco mais afastado do ponto de alimentação).

E fomos correndo para o Reduto. Demos uma passadinha na Favelinha (é caminho) pra chamar o Bebê... que não apareceu!

Na curva do Reduto (não filmei), os gatos vieram ao nosso encontro. O Gooordo, que estava mais longe, veio “galopando”! Nunca tínhamos visto o Gooordo correr! Ele corre engraçado! rsrs

Como na semana passada Bebê estava no Reduto, fomos pra lá... e NADA.

Sônia saiu chamando por ele e, de repente, Bebê saiu de dentro de um dos brinquedos todo faceiro... Miando e correndo ao encontro dela!

Estavam todos lá! A Absoluta Sophie, a Mamãe da Filhota, a Filhota da Mamãe, Linda Irmã, Sialatinha, Sialatona, Patynho, Pancinha, o Pretinho que só come ração seca (mas que hoje caiu de boca no Banquete!), o Gooordo, Bebê e, mais tarde, o Negão que ainda não castramos!

Sophie deitando e rolando

A Trairinha também estava lá! Brigona que só ela, criou caso com todo mundo! rs
Mas só fazem barulho... Briga mesmo, não rola!

Estavam sem ração! Colocamos depressa ração de “emergência” e todos foram comer , enquanto esperavam o Banquete.
Não demorou muito, começaram a sinfonia impaciente que antecede o Banquete.

Mas, com Bebê e Filhota ajudando a preparar o Banquete, essa tarefa nunca é tão rápida quanto deveria. Ele “ajudam” muito! rs

Banquete servido, preparei rápido o Banquete dos gatos da Colônia Tigrada e fomos pra lá. (Bebê não foi com a gente!)

Banquete (devia estar mais gostoso, poi foi atacado até oelo gato que só come ração seca - é porque usamos uma ração seca deliciosa, que a tia Nonô deu, misturada à pastinha)

Sialatona e seu banquete exclusivo (que depois é devorado pelo Negão não castrado)

Negão não castrado (por enquanto) - eu não disse que ele ia devorar o banquete que deixamos para a Sialatona?

Filhota das Mamãe e o Gooordo com cara de bebum
Filhota e seu arranhador (normalmente quem usa é a Mamãe... a genética é foooorte!)

Mamãe da Filhota

Patynho
Trairinha
Sophie, a absoluta!!!

Apenas três gatos da Colônia Tigrada apareceram. Isso sempre nos deixa apreensivas, mas sabemos que nessa micro colônia isso é comum... Já ficamos mais de um ano sem ver alguns gatos de lá e, do nada, eles reaparecem.

Gatinhos da colônia tigrada (Trairinha ficou no reduto, hoje)

Depois de usar a árvore como arranhador, ficou fazendo dengo

Ficamos ali um tempinho e voltamos para o Reduto!

Noêmia levou um “banquetinho” pra gente! Sanduíches (deliciosos) e pastinhas de Tahine e Berinjela (maravilhosas!). Eu levei uma Coca-cola Zero e fizemos um pic-nic!

Mamãe da Filhota, Filhota da Mamãe e Bebê observando o nosso banquete - claro que ganharam agradinho!

Estendemos uma canga e uma toalha, sentamos e comemos! Eu, Sônia, Noêmia, Bebê, Sophie, Mamãe da Filhota, Filhota da Mamãe e o Gooordo.

Todos muito educados... Esperavam seus pedacinhos do nosso lanche. Menos o Bebê!

Bebê é muito confiado! Roubou o meu sanduíche (que eu peguei de volta e comi!), mordeu o sanduíche da Noêmia ( ela comeu depois, claro!) e aí, como tudo que é “feio” todos aprendem, Sophie mordiscou o sanduíche da Sônia (que comeu depois também!).

Vejam a folga do Bebê!!!

Pronto! Dedurei todo mundo!

Bebê ficou deitadinho no meio da gente, em cima da toalha... Como ele gosta de ficar entre nós! Um encanto!

Depois, enquanto eu preparava o Banquete dos gatos da Frente do Parque, Bebê subiu no colo da Noêmia sem a menor cerimônia. Sobe no colo, se acomoda e FICA... o tempo que puder! Aproveita mesmo!

Bebê e o dengo


Hora de ir embora e o coração já aperta... Nos despedimos deles, sempre com um nó na garganta, mas ainda tínhamos que ir na Frente do Parque e na Cidade Fantasma, né?
No caminho para a Frente do Parque, vimos a Cor-de-Rosa (num ponto perto da Cidade Fantasma) e coloquei um potinho com Banquete pra ela. Porém, ela correu se enfiou num buraco da calçada. Mas ela viu eu colocar o Banquetinho pra ela.

Na frente do Parque, um deserto... Nenhum gato, a não ser o Branquinho, que ganhou carinhos, beijinhos, afagos, apertões... E um Banquetão!

Branquinho está lindo!

Deixamos Banquete para todos os gatos de lá. No Clube do Bolinha e no Clube da Luluzinha. Mas os gatos não voltaram a se mostrar para nós. Pois já começava a chover.

Fomos, então, para a Cidade Fantasma.

De longe, vimos um gato peludo escuro... O coração quase saltou pela boca!

Quem era aquele gato? Seria o Vaquinha-Pai? Acho que nunca tive momentos de tanta expectativa...

Infelizmente, não era ele!

Mas, ainda assim, ficamos felizes... Era a Fera do Buraco, que não víamos há algumas semanas, e que saiu correndo de nós! Mas deu pra ver que está linda como sempre!
Rever qualquer um dos Gatos Encantados, pra nós, é um momento de alegria!

O consumo de ração no Cafofo foi grande! Mais de 6 quilos de ração em 8 dias!
(ainda tinha ração lá). Ou seja, uma média de 12 gatos (se forem só gatos) comem lá! Mas não sabemos quem são e não acreditamos que sejam tantos...
Enfim, tomara que estejamos erradas e que sejam 12 gatos comendo no Cafofo!

Reabastecemos os comedouros, limpamos o Cafofo e, como ameaçava uma chuva forte, nos apressamos para ir embora. O Parque é muito longe de nossas casas e não é bom vacilar...

A chuva não veio... Mas cumprimos o nosso compromisso com os Gatos Encantados.

Notícias da Mãezinha!

Ela está na clínica sendo tratada e na terça-feira, Sônia vai levá-la para a revisão com a veterinária dermatologista. Torçam por ela!