21 de fev de 2010

Gatos Encantados – Nada de novo no “Front”...

Como todos sabem, estava planejado que Sophie voltaria para o Parque ontem, sábado (20/02).
Porém, Sônia e André (o maridão) decidiram que Sophie fica na CatCaverna por mais uma semana.

Precisávamos fazer uma vistoria no Parque antes de devolvê-la! Apesar de sabermos, pela “tia” Sônia, que estava tudo bem por lá, era preciso que nós víssemos com nossos próprios olhos.

E eu e Sônia partimos para o Parque SEM Sophie.

Fomos primeiro para o Parque. Servimos o banquete e até a sialata, que só vemos de vez em quando, apareceu por lá.

Banquete!!! (todos castrados)
Sialata que nunca aparece (já castrada)


Descanso de pancinha cheia

O pretinho com a ponta do rabo branco está cada vez mais amistoso. Sônia já o pega no colo. Ainda não consegui ser rápida o suficiente para fotografar a cena... mas da próxima vez, vou conseguir!

Bem, fizemos um grande “passeio” pelo parque. Conversamos com várias pessoas dos quiosques sobre o que aconteceu com Sophie... Falamos com vários funcionários e com o Supervisor do Parque.

O Supervisor já sabia do ocorrido e já tinha avisado a todos que tivessem mais atenção e cuidado com tudo. Isso nos acalmou bastante.

Sabemos que podemos contar com os funcionários e dirigentes do Parque. Os funcionários são muito amistosos conosco e, mesmo os que não ligam muito para os gatos, não teriam coragem de fazer nenhuma maldade com eles.

Alguns funcionários que sempre estão conosco lá

Sempre tivemos muito cuidado ao tratar com os dirigentes do Parque. Tentamos ser simpáticas, não incomodar, não criar problemas... e isso reflete no trato com os gatos de lá.

Durante a nossa vistoria, ficamos sabendo de uma “família” que ainda não conhecemos... E já estamos planejando a captura deles.

Na parte da frente do Parque, vimos o Melancia, a Sandy (descendo do jardim suspenso pela árvore) e um tigradinho que ainda não está castrado. Nosso próximo “alvo”. Pois ele já está menos arisco com a nossa presença.

Sandy (castrada)

Melancia (castrado) e Tigrado/a (não castrado/a, por enquanto)

Não aconteceu mais NADA no Parque. Os gatos estão todos bem!

Fomos, então, ao terreno da Faculdade. A “Cidade Fantasma”.

O Vaquinha Pai estava dentro do Cafofo. Provavelmente dormindo dentro das caixas de papelão que deixamos no “quarto”.

"Quarto" com as caixas de papelão
"Sala" com os comedouros
Logo depois apareceu o Laranjinha... e a Mãezinha... Todos miam bastante pra gente! Um dia vamos consegur compreender o que eles querem nos “falar”. Devem ter histórias e reclamações, né?

Dessa vez, ganharam Whiskas Sache em bandeja única. Como no banquete servido dentro do Parque.
Coisa mais fofa...
Comeram juntos e depois ficaram fazendo “POSES” para que pudéssemos nos deleitar fazendo fotos.

Comendo o banquete juntinhos
Coisa mais linda esse Laranjinha!!!

O Cafofo uniu os gatos. Eles ficam sempre juntos e em harmonia. Cenas lindas de se ver!
Mas achamos que eles sentem falta de movimento humano por ali. Eles se escondiam a qualquer movimento... Mas não ter movimento nenhum deve estar sendo muito estranho para eles.

Amigos para sempre!!!

Fomos levar o petisco para o PPA, que dificilmente se afasta do depósito que escolheu como lar. Eles são todos amigos, mas o PPA não vai até o Cafofo enquanto estamos por lá.

PPA

Pelo consumo de ração durante essa semana, achamos que os outros gatos têm ido lá para comer. Mas não vimos nenhum outro gato por lá.

Acreditamos que eles tenham migrado para o Parque. Na próxima ida ao Parque, vou fotografar a cerca que separa os terrenos para que entendam porque pensamos assim.
Eles devem ter descoberto que do outro lado tinha comida farta e humanos circulando. Nada de tão estranho para um gato, né?

Perguntamos ao segurança da faculdade se tinha visto algum gato morto ou perambulando por ali... E ele disse que não viu nenhum gato morto e que só via “dois amarelinhos e um preto e branco”. Parece que a Mãezinha também não se mostra pra ele.

Nem sinal da Prateada... o que nos corta o coração...

Limpamos o Cafofo, lavamos e trocamos os potes de água e fomos embora.

Sábado que vem vamos levar Sophie, que já está recuperadíssima, de volta ao Parque.e vamos capturar o tigradinho que fica lá na frente.

Devemos ir mais para o final da tarde para tentar descobrir por onde anda a tal família que não conhecemos. Parece que eles circulam no entardecer.

Enfim... Nada de novo no Front.

15 de fev de 2010

Gatos Encantados – Coincidência Encantada??

Existem mais mistérios entre o Céu e a Terra do que imagina a nossa vã filosofia...

Hoje, domingo de carnaval, eu e Sônia fomos ao parque. Tínhamos combinado isso em nossa última ida lá.

Sempre vamos aos sábados. Mas achamos que, por ser carnaval, seria melhor irmos no domingo.

Fomos direto para o terreno da Faculdade. Uma “cidade fantasma”!
O Cafofo vai bem... Os gatos parecem ter gostado de poder comer em paz lá dentro e entram e saem pelo buraco na porta com a maior intimidade.

Não vimos todos os gatos. Prateada e os outros não apareceram...

Mas fomos recepcionadas pelo Vaquinha Pai e Laranjinha, com miados e uma proximidade nunca vista. Andaram atrás da gente o tempo todo!
Logo depois, a Mãezinha apareceu... e, depois, o PPA...
Todos ganharam ração em pasta. Eles já sabem que é dia de festa quando chegamos lá.

Vaquinha Pai, Laranjinha e Mãezinha
Vaquinha Pai e Laranjinha
Laranjinha e PPA

Limpamos o Cafofo, recolocamos a comida e a água.

Ficamos lá um pouquinho e depois fomos para o Parque.

Logo que chegamos, alguns gatos (os que já sabem que é dia de Banquete), ficaram em volta de mim! Dessa vez, quase fui “atacada” por eles... rs
Não esperaram eu montar o Banquete e me afastar. Ficaram ao alcance das minhas mãos! Fiquei emocionada!

Banquete

Sônia conseguiu fazer carinho no Pretinho com a ponta do rabo branca. Pegou até no colo!!! Só não deu tempo de fotografar essa cena!

Sônia e Pretinho com ponta do branca (ps by Sônia - eu não queria colocar essa foto, pois estou com cara de sapo!!!)

Enquanto eles aproveitavam o Banquete, eu e Sônia fomos tomar um refrigerante e levar um Whiskas Sachê para os gatos do quiosque.

E, por incrível que pareça, tinha uma GALINHA no quiosque que não deixou o gato comer o sache! Ela atacou o potinho!! Claro que colocamos outro para o gatinho. E tivemos que ficar espantando a galinha!

Galinha também é gente!!!!!

Até que, de repente, uma funcionária veio correndo nos chamar! Tinha uma gata preta babando muito e se contorcendo lá onde tínhamos acabado de servir o Banquete!

Fomos correndo até lá... E era a nossa linda SOPHIE...

Ela babava demais... Uma gosma grossa e se contorcia toda!

Ficamos apavoradas! Colocamos Sophie na caixa de transporte e partimos atrás de uma clínica veterinária que estivesse aberta num domingo de carnaval na Barra da Tijuca!

Não conhecemos o bairro direito... Sophie mal conseguia respirar, sufocando com a própria baba e se contorcia dentro da caixa.

Sônia dirigia o carro e eu tomava conta e Sophie e da rua, vendo se tinha alguma clínica por ali.

Quando passávamos em alguma Pet Shop, eu abria o vidro e gritava “Tem veterinário???” Nunca tinha!!!!

Era uma luta contra o tempo! Sophie sufocando e eu tentando acalmar a Sônia, sem conseguir! Sophie teve uma diarréia de “esguicho”... uma gosma amarela e com um cheiro que eu nunca tinha sentido antes...

Foram os 20 minutos mais longos de nossas vidas!

Conseguimos encontrar uma clínica no Itanhangá. Sabemos o quanto é careira, mas isso não era importante! Não podíamos pensar nisso naquela hora!

Entramos na clínica correndo e Sophie foi atendida pela Drª Rachel.

Sophie estava quase morrendo! Não conseguia respirar, se debatia violentamente.

Drª Rachel começou a lutar contra alguma coisa que não sabíamos o que era!
Quer dizer, sabíamos que era uma intoxicação... Mas de quê? Como algo tão grave tinha acontecido tão rápido?

Enfim... Foram as 3 horas mais longas de nossas vidas. Sophie lutando bravamente, Drª Rachel ao lado dela o tempo todo e conseguiu estabilizar Sophie.

Nessas 3 longas horas, Sophie teve baixa de temperatura, ficou no oxigênio, tomou diversos medicamentos, por soro, contra intoxicação, contra espasmos, para controlar a respiração, batimentos cardíacos, pressão...

Bem... saímos de lá com a nossa linda Sophie estabilizada, com a orientação de interná-la para observação por 48 horas.

Obrigada, Drª Rachel. Você salvou a vidinha dela!

Sophie, depois de três horas do início do atendimento, já estabilizada. Que sufoco!!! Você vai ficar bem, minha lindinha!!!!

Levamos Sophie para a clínica Bichos e Caprichos para ficar internada, conforme fomos orientadas. Ela ficou aos cuidados da Drª Fran.

Lá, Sophie conseguiu vomitar... E vomitou BATATA PALHA.
O que nos leva, agora, a desconfiar que os quiosques estão colocando algum produto no lixo deles.

Isso foi comunicado imediatamente para a tia Sônia, que já acionou a Segurança de Trabalho do Parque.

Logo que soubemos que Sophie estava intoxicada provavelmente por produto químico, avisamos ao Parque e tia Sônia fez uma vistoria por lá.

Amanhã, segunda-feira, os quiosques já serão “investigados” em relação a essa possibilidade e serão tomadas todas as providências necessárias para a segurança dos gatos.

Em relação ao título desse relato, eu e Sônia concluímos que deveria estar “escrito” em algum lugar que Sophie teria problemas no domingo de carnaval e, por não ser a hora dela, de alguma forma, nós teríamos que estar lá para ajudá-la!

Coincidência?
Destino?

Como todos sabem, não sou uma pessoa religiosa...
Mas, que seja feita a Sua vontade!
Estávamos lá... E Sophie continua AQUI!

Eu e Sônia estamos em frangalhos emocionalmente... Mas temos que pensar em coisas práticas também...

Depois do Pretinho Encantado, estávamos nos recuperando financeiramente... e essa emergência com Sophie nos colocou no vermelho de novo!

Pedimos a todos que, por favor, olhem com carinho os produtos do Bazar Encantado... e, se tiverem que dar um presente de aniversário para algum amigo, lembrem-se dos nossos produtos!

Os Gatos Encantados agradecem.

Update - 16/02/2010

Hoje de manhã telefonei para a Bichos e Caprichos, onde a Sophie está internada e ela está estável, mas ainda sob os efeitos da medicação ou do produto que a intoxicou. Mas a cada hora que passa seu estado é menos grave e isso me alivia. Ela estava, ainda, correndo muito risco... agora, o risco e bem menor. O único senão é que ela ainda não urinou, o que não é legal.

O horário de visita é das 17 às 18h. Então, já sabem: lá vamos nós, eu e maridão para o Bloco da Visitação!!!! Enquanto ela estiver lá, vai ser assim., ok?

Mais tarde dou mais notícias.

Mais update

De manhã, liguei para a clínica e o veterinário falou que ela ainda estava apática e havia "beliscado" a ração.
Como Sophie é gulosa, fiquei bem preocupada.
No horário da visita, 17h, cheguei lá e Sophie estava deitadinha e parecia bem caída. Mas foi só ouvir minha voz que se levantou de imediato, como se nada tivesse acontecido.
Levei franguinho cozido (que ela adora) e perguntei ao vet se podia dar para ela. Ele concordou e, quando abri o potinho, ela comeu com a maior voracidade.
Como ela estava bem e havia feito bastante xixi (estávamos preocupados porque quando liguei de manhã ela não havia feito xixi ainda) e estava animadona, o vet avaliou e concluiu que podia dar alta. Na hora em que estávamos lá, a Fran (que a atendeu ontem) telefonou para saber dela e concordou com a alta.
Eu e André (maridão) ficamos meio tontos, porque não havíamos preparado a cat caverna para ela. Mas isso é simples e foi rapidinho. Chegamos, instalamos Sophie na cat caverna e ela já comeu, fez xixi e amassou pãozinho.

Ai, ai...

Começamos, de novo, a campanha para sua adoção. Sei que é difícil, porque além de adulta e preta ela é FeLV+. Mas como o difícil não é impossível, não custa tentar...

Sophie e o franguinho cozido!!