21 de nov de 2009

Gatos Encantados – Um dia Encantador!

Estamos em falta com as notícias... Mas vamos nos redimir!

No dia 07 de novembro, fomos levar o Vaquinha e o Laranjinha de volta ao parque.
Da mesma forma que foram (miando muito), voltaram, fazendo uma linda sinfonia de miados.
Fomos direto para o terreno da Faculdade para soltá-los.
Assim que abrimos a caixa de transporte do Vaquinha, ele correu para dentro do buraco da calçada. Já o Laranjinha preferiu correr calçada afora. Corria um pouquinho e nos olhava... Corria mais um pouquinho e nos olhava... Foi engraçado!

Soltando o Laranjinha e o Vaquinha


Claro que quando chegamos, Prateada e Mãezinha apareceram miando inquietas! Elas exigem os Whiskas Saches delas! E é no “grito”!

Fazendo a vontade da Mãezinha e da Prateada

Servilmente, atendemos às ordens. Aproveitamos para colocar Whiskas Sache para o PPA (lembram dele?), que está cada vez menos assustadinho!

ps por Sônia: explicando, para quem não sabe, o motivo do apelido - toda vez que fazemos capturas de gatos para castração, usamos uma armadilha e iscas. Essas iscas são colocadas tanto dentro da armadilha quanto fora... fazemos um caminho para direcionar o gato para dentro da armadilha. Então, esse gato amarelinho (tão lindo e fofo), que já estava castrado, adorava ir comendo as iscas do caminho. Nem preciso dizer que isso atrapalhava a captura, não é?

Sachê para o PPA (Pequeno Pentelho Amarelo)

Como tinha um evento por lá, não pudemos ficar para tentar capturar mais ninguém. Mas vimos todos os nossos “afilhados” da área.

Rumamos para o Parque e fizemos nossa “vistoria” de costume. Servimos o “banquetão” dos gatos do reduto da “tia Sônia” (ex-tia Ro) e fomos ver as outras colônias. Levamos sachês para todos!

Banquete para a galera!!! Ração úmida misturada à ração seca. Sucesso absoluto!!!


Inclusive para o Branquinho que fica na sala do Gilson (o anjo da guarda dos gatos de lá). Ele AMOU ganhar um Whiskas Sache só pra ele!

Branquinho - acreditamos que esse gatinho foi abandonado no parque, já que não há outros gatos brancos. A colônia é, em sua grande maioria, composta por tigrados e pretos (e algumas tricolores).

E acabamos indo embora com as “gaiolas abanando”.


Hoje, 21 de novembro, fomos para o parque decididas a capturar pelo menos UM gato (como sempre, né?).

Laranjinha, para variar, no buraco

Primeiro passamos pelo Parque para fazer o banquetão de costume.

É uma graça... Os gatos não se aproximam da gente. Mas sabem que vão ganhar um super banquete... e ficam nos rodeando, miando... Tão impacientes... que a gente acaba correndo pra servi-los depressa. (essa é a parte que me faz mais feliz: a alegria deles com os petiscos!)

Observamos que com a troca da ração (obrigada, nosso benfeitor!), os gatos estão mais fortes. A pelagem mais brilhante e bonita e estão mais “cheinhos”!

Fomos para o terreno da Faculdade. Um sol de rachar (estou toda malhada! Não há filtro solar agüente o tranco!), um calor absurdo e nenhuma sombra...
Pensamos que nem veríamos os gatos... São espertos, né?

Resolvi fazer uma “faxina” no lugar onde colocamos comida e água pra eles. Arranjei uma vassoura e limpei tudo!
Logo a Mãezinha e a Prateada apareceram para reivindicar seus Whiskas Saches... Claro que a Sônia as serviu imediatamente.

Mãezinha e Prateada descansando depois de encher a pança
PPA ficou do lado de fora também! Ganhou um sache só pra ele!

PPA descansando

E o Vaquinha, e o Laranjinha, e o Vaquinha filhote (buraqueiro que só ele!)... e todos ganharam saches.

Algumas horas depois, nenhum gato mais saiu da toca... e voltamos ao Parque.

No caminho, vimos a Tricolor Parideira (a fera do buraco) mãe do Vaquinha Filhote, do Laranjinha e do Tigradinho (que fugiu da última captura), dormindo tranqüila já no terreno do Parque.

A "fera do buraco" - foto antiga

Paramos o carro e pensamos... Tentamos agora ou daqui a pouco?

Bem, debaixo daquele sol ela não ia se animar a se mexer... e a nossa fome era imensa... E resolvemos ir comer alguma coisa num quiosque do Parque.

Aproveitamos para dar um “rolé”, armadas de Whiskas Saches...

Servimos os gatos do quiosque, comemos rapidinho e fomos tentar pegar a Tricolor Parideira.

Chegamos no lugar onde ela estava dormindo e ela continuava lá... montamos a nossa “armadilha biônica” e, é claro, a gata se escafedeu pelo mato.

Decidimos dar “uma chance” pra ela... e esperamos.

Nós e o Vaquinha!!!!! Ele ficou o tempo todo nos observando e DE PERTO! Ficou a uns 10 metros de nós! Nunca ficou tão perto da gente!

Vaquinha observando

Sentadas no meio-fio, com o Vaquinha por trás da gente, eis que a Tricolor Parideira volta para perto da armadilha!

Claro que a Sônia fez um “caminho de João e Maria” da mureta até a armadilha... E isso despertou a atenção e a gula da gata.

Ela comeu os petiscos da mureta e desceu... e foi comendo os petiscos que a levariam para dentro da armadilha...

Estávamos a uns 100 metros dela e prendemos a respiração. (qualquer movimento pode colocar tudo a perder...) Ela parava no meio do caminho e nós já estávamos ficando “roxas”...

Até que a gula falou mais alto e ela ENTROU na nossa “armadilha biônica”!!!

Saímos correndo para cobrir a armadilha para acalmá-la e ela ficou quietinha.

A "fera do buraco" capturada


Levamos para o carro e ela fez a viagem quietinha...

Já no veterinário, a Tricolor Parideira provou que é uma FERINHA mesmo...

Cheguei com o rosto perto das grades e, se não sou rápida, estaria, agora, com uma bela cicatriz bem no meio do rosto... rsrsrs
Nunca vi um FSSSS tão violento e uma patada tão rápida! Rs

Enfim... foi um dia encantador! Mais uma Gata Encantada resgatada que será castrada!

E pensar que achávamos quase uma missão impossível pegar essa fera...


Totalizaremos 58 gatos do parque castrados - 36 fêmeas e 22 machos, além de outros 4 do Barra Sul - 2 fêmeas e 2 machos e, agora, 2 fêmeas da igreja no shopping.