31 de jul de 2009

Tentar é preciso - 11 de junho de 2009

Mais uma ida ao parque, um tempão tentando fazer com que o gato preto e branco saísse do buraco em que se esconde e nada!
Até que ele saiu rapidinho, mas rapidamente se entocou de novo. Está difícil pegar esse(a) gatinho(a), mas vamos continuar tentando.
Muitas horas no parque e poucos gatos não castrados para capturar... cada vez fica mais difícil.
Pelas nossas contas, falta castrar: no parque, um sialata e dois tigrados (esses tigrados raramente vemos); na faculdade, falta uma tricolor adulta (que só vimos UMA vez e soubemos que já pariu de novo), o gatinho preto e branco e sua irmã escaminha.
Está muito difícil, mesmo, pois o terreno é enorme (em torno de 300.000 metros quadrados) e cheio de esconderijos.
Enfim, vamos continuar tentando.

Mas não voltamos de mãos abanando. Infelizmente, apareceu um gato novo no pedaço. Ele é branco de olhos azuis e muito, mas muito manso. Totalmente fora do perfil dos gatos do local, tanto pela cor, quanto pelo comportamento. O rapaz que trabalha na administração conseguiu prendê-lo em sua sala na sexta-feira e, antes de sairmos, pegamos o gatinho com a mão mesmo e levamos para o vet.

Aliás, tem outro gato branco que vimos quando demos a rodada habitual pelo local. Se continuar por lá será capturado também!




Totalizaremos 55 gatos do parque castrados - 35 fêmeas e 20 machos, além de outros 4 do Barra Sul - 2 fêmeas e 2 machos e, agora, 2 fêmeas da igreja no shopping.